fbpx

Sindaçúcar pede apoio para liberação de recursos

Representantes do setor sucroalcooleiro do estado de Pernambuco reuniram-se ontem com o governador Jarbas Vasconcelos pedindo apoio para o auxílio da liberação de créditos federais referentes à taxa de equalização canaveieira referentes a parte da safra 2001/2002 2002/2003. O governador ficou de tentar buscar o apoio dos governadores de outros estados produtores da região para tentar uma articulação conjunta. A iniciativa deverá acontecer durante a reunião dos governadores que será realizada na próxima semana, em Sergipe.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar), Renato Cunha, a liberação dos recursos irá beneficiar cerca de 10 mil produtores de todo o Nordeste que deverão receber pela produção de cerca de 75 milhões de toneladas de cana. O valor pago atualmente por tonelada dentro do programa de equalização canavieira é de R$ 5,075. Estudos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontariam, contudo, um novo valor de cerca de R$ 10,00 a ser pago aos produtores, segundo Cunha.

Pelos cálculos da entidade, o valor total a ser repassados aos produtores nordestinos é de aproximadamente R$ 500 milhões. Deste total, 40% seriam destinados aos produtores pernambucanos. A taxa de equalização corresponde a cerca de 25% do preço da cana e a sistemática tem o objetivo de compensar índices referentes aos custos de produção do Centro-Sul do País. Os custos do Centro-Sul são menores em função de fatores como, por exemplo, topografia menos acidentada. Os últimos repasses do programa de equalização foram registrados em dezembro de 2001.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X