fbpx

Shell deve adiantar pagamento à Cosan

A Shell poderá adiantar o pagamento da parcela de US$ 500 milhões à Cosan, referente ao acordo para formação da Raízen, para 2012, informou nesta quinta-feira o vice-presidente de Finanças da Cosan, Marcelo Martins. Segundo ele, o pagamento dessa parcela, a terceira desde a formação da joint venture Raízen, teria de ser feito até abril de 2013, mas é “quase certo” que estes recursos entrarão no caixa da Cosan ainda em 2012.

A entrada dos recursos aumentaria a liquidez da companhia de etanol e reduziria sua alavancagem no momento em que fechou a aquisição de 60% da distribuidora de gás canalizado de São Paulo, a Comgás, negócio que trouxe preocupações para os analistas de mercado quanto à elevação do endividamento da companhia.

Martins disse que o endividamento da Cosan não deve ser afetado de forma expressiva pela aquisição do controle da distribuidora, pois no final do ano fiscal de 2012, a relação entre dívida líquida e Ebitda (resultados antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) era de apenas 1,2 vez, analisou.

Expansão

A Raízen precisará crescer mais no norte, nordeste e centro-oeste, na tentativa de acompanhar e preservar mercado nas regiões que mais crescem no País, disse o presidente da Cosan, Marcos Lutz. Segundo ele, a companhia está atenta aos desempenho desses mercados, porém, disse que não tem grandes objetivos de aumento de market share, mas a preservação do mercado. Sobre a projeção para combustíveis, da Raízen Combustíveis, ele estima um volume entre 21 e 23 bilhões de litros comercializados neste ano, incluindo os fósseis.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X