fbpx
JornalCana

Setor sucroenergético está sufocado

Nem mesmo os melhores preços de açúcar e álcool em mais de uma década e um resultado operacional positivo nas usinas e destilarias em 2016/2017 devem ser suficientes para que as companhias voltem a investir no setor sucroenergético. Levantamento da consultoria Sucrotec aponta que o faturamento líquido esperado na atual safra deve ficar em R$ 140 por tonelada de cana processada e, com um resultado operacional de 14%, pode trazer uma margem de R$ 20 por tonelada para as companhias.

“No entanto, o endividamento médio das usinas também está em R$ 140 por tonelada, e o custo do estoque da dívida, coincidentemente, em 14% na média da taxa básica de juros”, disse Francisco Oscar Louro Fernandes, sócio da Sucrotec. “O resultado, mesmo com preços fantásticos (de açúcar e etanol), só paga o serviço da dívida e mostra que há um estrangulamento financeiro no setor”, completou o consultor.

Uma amostra da consultoria feita em sete unidades produtoras aponta que o preço recebido pelas usinas deve ficar em R$ 60,76 por saca de açúcar em 2016/2017, na média entre os preços do açúcar e do álcool convertidos só para o adoçante. É o melhor preço em 11 safras, uma alta média de 42% nas duas últimas safras, com aumento de 29% para o etanol e 57% para o açúcar.

As informações são do Estadão Conteúdo.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram