fbpx

Seca na Rússia pode favorecer importação de açúcar brasileiro

B6A34E51-FDDB-4B41-9C14-81E93D06A463_mw1024_s_nDados do setor de açúcar na Rússia estimam que o país irá produzir 4,3 milhões de toneladas de açúcar nesta safra, que começou mês passado. Comparado aos 4,4, milhões de toneladas da safra passada, já considerada abaixo das expectativas, esta será a menor quantidade em dez anos, como consequência de uma das maiores secas já registradas na região produtora, de acordo com a Bloomberg.
Já o Ministério da Economia da Rússia fez uma estimativa de 5 milhões de toneladas, considerada irreal, pelos especialistas.
“O calor é tão forte que às vezes não conseguimos colher ou cavar as beterrabas para fora. O solo fica parecido com cimento”, relata agricultor. De fato, uma onda de calor em partes centrais da Rússia, começou em julho e se prolongou até o momento. Consequentemente, as importações de açúcar bruto de fornecedores como o Brasil podem subir para 930 mil toneladas nesta temporada a partir de 650 mil toneladas de um ano atrás.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X