fbpx

Seca deve reduzir 30% da produção de cana na Paraíba

A persistência da estiagem configura um período nada otimista para a produção de cana-de-açúcar na Paraíba. De acordo com a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), as perdas referentes à safra 2013/2014 devem chegar a 30%, 10% a mais do que o previsto pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Segundo dados da Asplan, cerca de 6 milhões de toneladas estavam previstas para a safra, que deve alcançar apenas 4,2 milhões.

O 4º levantamento da Conab mostrou que, entre os meses de março e abril, a produção de cana-de-açúcar caiu de 5,956 milhões para 5,354 milhões de toneladas este ano. Logo, a previsão de queda que era de 11,4% subiu para 20,4% em abril. Do total produzido, 3,772 milhões de toneladas (302 milhões de etanol hidratado e 152 milhões de anidro) serão destinados ao etanol, enquanto a produção do açúcar ficará com 1,582 milhão de toneladas.

Ainda segundo a Asplan, a situação crítica se estende aos produtores de outros estados, como o Rio Grande do Norte. Nesta sexta (12), haverá uma mobilização na capital potiguar, da qual devem participar representantes paraibanos.

O estudo da Conab mostra, ainda, que a produção da região Nordeste apresentou queda de 16,60% no ano passado, em comparação com a produção anterior. A safra de 2011/2012 foi de 63.487,8 (em mil toneladas) e a de 2012/2013 foi de 52.972,300.

Apesar disso, a Paraíba está em terceiro lugar em quantidade produzida em relação aos estados da região. Foram 5.354,900 (em mil toneladas). O estado só perde para Alagoas (23.533,500/em mil toneladas) e Pernambuco (13,575,900/em mil toneladas).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X