fbpx

Santelisa negocia troca de dívida por participação acionária

O Grupo Santelisa Vale deverá trocar a dívida de mais de R$ 2 bilhões junto aos bancos por participação acionária. As negociações entre o segundo maior produtor mundial de açúcar e álcool e mais de dez instituições financeiras, coordenadas pela Angra Partners, caminham bem e devem ser concluídas brevemente.

Segundo fontes próximas às negociações, os principais credores – Bradesco, Itaú, Unibanco e HSBC – aguardam também a aprovação de uma operação complementar: o aporte de R$ 500 milhões da BNDES Participações.

O BNDESPar já havia se tornado acionista da Santelisa Vale um ano atrás, com investimento de R$ 150 milhões, e deverá aumentar sua participação acionária no grupo. Os R$ 500 milhões da BNDESPar teriam como destino o pagamento de dívidas não-financeiras, como mão-de-obra, arrendamento de terras, fornecedores de cana e de outros produtos.

“As negociações só não terminaram porque os principais acionistas da Santelisa Vale (as famílias Biagi e Junqueira) não querem perder o controle da companhia”, disse uma fonte do mercado, que preferiu não ser identificada. Segundo esta fonte, a Santelisa Vale teria até recusado uma oferta de compra do Grupo Cosan, o maior produtor de açúcar e álcool do planeta, controlado por Rubens Ometto. (Edson Álvares da Costa)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X