fbpx

Saiba o que a usina de cana Batatais faz com os lucros

Os acionistas da Usina Batatais S/A Açúcar e Álcool, com sede no município de Batatais (SP), definiram o destino dos lucros e dos dividendos. Confira mais a seguir. 

Bernardo Biagi, presidente da Usina Batatais
Bernardo Biagi, presidente da Usina Batatais

Os acionistas da companhia sucroenergética do interior paulista, com unidades produtoras de açúcar e de etanol em Batatais e em Lins (SP), aprovaram, de forma unânime:

1 – O relatório dos administradores e as demonstrações financeiras do exercício social encerrado em 31/03/2015 pela empresa PriceWatherHouseCoopers Auditores Independentes no valor de R$ 30.677.541,27, sendo:

a) R$ 1.533.877,06 à constituição de Reserva Legal;

Leia mais: Cinco perguntas para Bernardo Biagi

b) R$ 3.067.754,13 à constituição de Reserva Especial; c) Aprovada a distribuição dos dividendos obrigatórios, no valor de R$ 260.759,10, já provisionados pelos administradores em 31/03/2015, que serão pagos de acordo com a disponibilidade financeira da sociedade. Foi ratificada a constituição de Juros sobre o Capital Próprio no montante de R$ 5.000.00,00;

d) O saldo remanescente do lucro líquido do exercício, após a apropriação das reservas e a dedução dos dividendos e dos Juros sobre o Capital Própriode no valor de R$ 20.815.150,98 seja utilizado para integrar o saldo de Reserva de Lucros;

Leia mais: Usina Batatais não investe em cogeração. Saiba o porquê

2 – Aprovada a distribuição de dividendos de exercícios anteriores no montante de R$ 20.000.000,00 que serão levados a débito da conta de Reserva de Lucros;

3 – Aprovado para o período de 01/04/15 a 31/03/16, a verba global de R$ 5.000.000,00 destinada à remuneração da diretoria;

4 – Eleitos os membros da Diretoria para o triênio 2015/2018, cujo mandato expirar-se-á na AGO a ser realizada no ano 2018: Presidente – Bernardo Biagi, RG nº 5.639.234 – SSP-SP e CPF/MF 020.351.478.59; 1° Vice Presidente – Lourenço Biagi, RG 13.768.912-3-SSP/SP e CPF/MF 062.624.508-74; 2° Vice Presidente – cargo permanecerá vago;

5 – O não funcionamento do Conselho Fiscal.

Extraordinariamente os acionistas decidiram:

I) Pela aprovação do aumento do Capital Social no valor de R$ 8.986.817,18 mediante incorporação dos saldos de Reserva Legal, no montante de R$ 2.995.605,72 e de Reserva Especial, no montante de R$ 5.991.211,46, sem emissão de ações;

II) Pela aprovação das alterações do estatuto que passa a vigorar: “Capítulo II – Capital Social e Ações – Artigo V – O capital social é de R$ 178.112.831,79, totalmente integralizado, dividido em 4.376.842 ações ordinárias, sem valor nominal.”

Contate o autor deste conteúdo: [email protected]

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X