fbpx

Saiba como está a safra nas usinas do Toniello

A safra 2015/16 nas três unidades do Grupo Toniello (Virálcool I e II e Santa Inês) segue no ritmo esperado nos dois primeiros meses recém-completados de moagem.

Quem fala a respeito é o presidente do Grupo, Antônio Eduardo Toniello. Confira.

Como está a safra 15/16 para as três unidades do Grupo?

Antônio Eduardo Toniello – Está bem. O desenvolvimento é bom, só que começamos em maio, devido as chuvas. Em 2014, começamos em abril e agora veremos se conseguimos tirar a diferença. Isso, se não chover.

É possível que a safra entre em dezembro?

Toniello – Não quero entrar em dezembro devido a previsão de chuvas no período.

Toniello: previsões para a safra 15/16
Toniello: previsões para a safra 15/16

Qual é a previsão de moagem?

Toniello – 5,5 milhões de toneladas nas três unidades.

Qual a previsão de produtividade?

Toniello – Ruim. Deveremos chegar a 10% a menos de Açúcares Totais Renováveis (ATR) por tonelada na comparação com o ciclo 14/15. E isso vai atrapalhar bem, reduzindo a produção de açúcar.

Qual a estimativa de produção de açúcar?

Toniello – Cerca de 300 mil toneladas em todas as três unidades.

O volume esperado repete a safra 14/15?

Toniello – Não. É uns 15% menos porque faremos mais etanol.

Qual a previsão de produção de etanol?

Toniello – 200 milhões de litros. É um volume 10% acima do apurado na 14/15.

E a cogeração?

Toniello – Temos 60 megawatts (MW) de potência para vender. São vendidos em contratos.

Os valores estão abaixo do teto do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), em atuais R$ 388,48?

Toniello – Sim. Como temos contratos, os valores são diferenciados. Tem parte melhor e parte ruim.

Qual o valor da parte ruim?

Toniello – R$ 160 pelo megawatt-hora (MWh)

 

Quem é o Grupo Toniello

O patriarca da família Toniello, Eugênio, chegou a região de Sertãozinho (SP), órfão de pai e de mãe, aos 12 anos de idade, por volta de 1.886. 

Mudou-se para Sertãozinho e, com as economias feitas, comprou sítio que mais tarde, em 1.968, se tornaria sede da Destilaria Santa Inês. 

Em 1.984, o Grupo criou a Destilaria Virálcool, em Pitangueiras. E em 2006, na cidade paulista de Castilho, implantou a Virálcool 2. 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X