fbpx

Safra pernambucana praticamente chega ao fim

Com 98% da safra colhida, o Estado de Pernambuco começa fechar o balanço do período 2003/2004. De acordo com dados do Sindicato das Indústrias do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar/PE), em 31 de março já haviam sido esmagadas 17,003 milhões de toneladas de canas. A produção de açúcar no período chegou a 1,407 milhão de toneladas, enquanto o volume de álcool foi de 362 mil metros cúbicos. Na safra anterior (2002/2003) a moagem foi de 14,682 milhões de toneladas de canas. Já a produção de açúcar e álcool foi de 1,218 milhão de toneladas e 306,77 mil metros cúbicos, respectivamente.

“ A moagem cresceu cerca de 15% enquanto a produção de açúcar chegou a 15,52%. O volume de álcool produzido nesta safra foi 18% superior ao da safra passada. Este volume não devem sofrer uma alteração significativa, uma vez que a safra praticamente chegou ao fim em todo o Estado”, diz o presidente do Sindaçúcar/PE, Renato Cunha. Apesar do bom desempenho agrícola e industrial, Cunha diz que o faturamento não acompanhou o crescimento da safra.

“Subimos os volumes mas os preços involuíram. O preço do açúcar chegou a ser cerca de 37% inferior que na safra passada. No caso da cana esta queda chegou a aproximadamente 30%”, diz. Segundo ele, a estimativa é de que o faturamento no período 2003/2004 chegue a cerca de 700 milhões. Na safra anterior o faturamento do setor sucroalcooleiro foi de cerca de R$ 900 milhões.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X