fbpx

Safra caminha para o fim sem moer 10 milhões de toneladas de cana

Qual o impacto para a próxima safra?

Foto: Arquivo/JonalCana

A safra de cana-de-açúcar 2019/20 caminha para terminar com 10 milhões de toneladas sem moagem.

“Já estamos com déficit de mais de 9 milhões de toneladas deficitárias”, avalia Luiz Carlos Corrêa Carvalho, o Caio, diretor da consultoria Canaplan.

 

 

Leia também:

Usinas de Alagoas serão laureadas por superação na moagem de cana-de-açúcar

 

Déficit de moagem e chuvas

Além do déficit de moagem da 19/20, que termina oficialmente em 31 de março próximo na região Centro-Sul, Caio também faz projeções para 20/21.

Segundo o diretor da Canaplan, se a 20/21 for novamente uma safra alcooleira, isso refletirá no preço do açúcar, que irá subir.

Em vídeo no Yutube para divulgar a primeira reunião Canaplan, a ser realizada em 15/04 em Ribeirão Preto (SP), Caio comenta além do déficit de moagem.

No vídeo, Caio destaca que a safra 20/21 “caminha com chuvas positivas, mas a chuva começa a tombar.”

“Se tomba muito cedo, pode haver piora na qualidade da cana”, afirma.

 

Confira o vídeo com Caio: 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

17 + 20 =

X