fbpx

Rússia não irá mais importar produtos para confeitaria e adoçantes da Ucrânia

6mar2014--manifestantes-pedem-que-os-estados-unidos-tomem-medidas-contra-as-recentes-acoes-da-russia-na-ucrania-em-protesto-na-frente-da-casa-branca-em-washington-nesta-quinta-feira-6-1394147699689_1024x674O Serviço Federal da Rússia para a Proteção dos Direitos do Consumidor, ou Rospotrebnadzor, suspendeu as importações de todos os produtos de confeitaria e adoçantes da Ucrânia hoje, relata a imprensa local Pravda.

A fim de garantir os direitos dos consumidores, o Rospotrebnadzor, a partir de 08 de setembro de 2014, suspende a importação de produtos de confeitaria e adoçantes de qualquer tipo da Ucrânia para a Rússia“, relatou uma mensagem do serviço.

Funcionários de Rospotrebnadzor, disse que as empresas de confeitaria e açúcares ucraniano violam as regras de rotulagem de seus produtos.

As empresas de produtos de açúcar e confeitos AVK, Conti e Roshen são os principais importadores de produtos de confeitaria da Ucrânia para a Rússia. O Rospotrebnadzor já havia proibido as importações de produtos de confeitaria e açúcares, feitos por Roshen, a empresa de propriedade do presidente ucraniano Petro Poroshenko, no final de julho de 2013, em relação às reivindicações de qualidade e segurança. No entanto, as autoridades da Criméia enviaram um apelo ao vice-primeiro-ministro russo Dmitry Kozak, solicitando permissão para a importação de produtos agrícolas da Ucrânia para a península, já que a Crimeia, por enquanto, não é autosuficiente em leite, produtos lácteos, açúcar , óleo de girassol e batata. Fontes da Rússia disseram que documentos são insuficientes para qualquer tipo de negociação.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X