fbpx

Rússia importará do Brasil

A Rússia poderá importar mais açúcar demerara do Brasil nos próximos meses, para deter os preços crescentes, depois que as reservas domésticas diminuíram, segundo a newsletter Public Ledger.

As reservas totalizaram 1,8 milhão de toneladas no final de janeiro, em comparação com 2,1 milhões de toneladas no mesmo período do ano anterior, disse o Public Ledger ontem, em seu site na internet, citando estimativas do Independent Institute for Agricultural Market Studies.

Os “preços domésticos aproximam-se de níveis que nos permitem importar mais açúcar demerara”, disse o relatório, citando Andrey Cheryshev, diretor da União de Produtores Açucareiros da Rússia.

O Brasil é a fonte mais provável de qualquer importação, pois Cuba, tradicional fornecedor, enfrenta sua pior seca dos últimos 64 anos. A estiagem reduzirá a produção em 29%, para 1,8 milhão de toneladas este ano, informou o relatório.

A Rússia, maior país importador mundial de açúcar, reduziu as compras de demerara em 58% no ano passado, à medida que a colheita de beterraba do país alcançou os volumes mais elevados em 11 anos, aumentando a oferta doméstica do produto.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X