fbpx

Representantes da Coruripe e do Siamig/Sindaçúcar-MG acompanham Lula à China

Entre os sete representantes do setor sucroalcooleiro que estarão presentes na comitiva de 45 empresários mineiros em busca de novos contatos e oportunidades de negócio na China, estarão o presidente do Siamig-Sindaçúcar-MG, Sindicato do Açúcar e da Fabricação do Álcool de Minas Gerais, Luiz Custódio Cotta Martins, e mais seis representantes do Grupo Coruripe, coordenado pelo diretor, Vítor Wanderley Junior.

Ao todo, estarão participando da viagem, cerca de 18 representantes do setor sucroalcooleiro nacional, que participarão de um painel sobre o setor, onde será apresentada toda a tecnologia existente hoje no país para o álcool, principalmente, o desenvolvimento dos veículos bicombustíveis ou “flex fuel”(movidos a álcool ou gasolina).

De acordo com o Sindicato, a expectativa dos produtores mineiros é abrir mercado para o álcool e o açúcar, com o fortalecimento das relações entre os dois países. A China enfrenta níveis críticos de poluição em cidades como Pequim, Xangai e Hong Kong e já tem um programa de adição de 3% a 10% de álcool na gasolina para parte da frota. Mas sua extração de álcool da cana-de-açúcar, mandioca e milho concorrem com o abastecimento da população.

O presidente do Siamig-Sindaçúcar-MG, Luiz Custódio Cotta Martins, considera o mercado Chinês como de grande potencial para o álcool brasileiro. “Queremos abrir mercado, mas precisamos, também, de uma melhor infra-estrutura dos portos, para que possamos ampliar as exportações e álcool”, afirma Custódio.

Este ano, o setor já irá dobrar as exportações para 1,4 bilhão de litros e, caso não se faça uma reestruturação, os portos não suportarão um volume maior de carga, informa o Siamig-Sindaçúcar-MG.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X