fbpx

RenovaBio “é a maior política de transição de energia do mundo”, diz ministro

Bento Albuquerque fez a declaração em Madri

O programa de estado RenovaBio “é a maior política de transição de energia do mundo!”, afirma o ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque.

Ele destacou a Política Nacional de Biocombustíveis, nome oficial do RenovaBio, na última terça-feira (10/12) em Madri durante o Energy Day, evento à margem da Conferência do Clima, a COP 25.

O RenovaBio, que entra oficialmente em vigor no próximo dia 24 deste mês, tem como objetivo contribuir para os compromissos firmados no Acordo de Paris.

Entre eles estão promover a expansão dos biocombustíveis na matriz energética e garantir previsibilidade ao mercado de combustíveis.

 

Leia também:

Primeiro leilão de compra de energia nova de 2020 está previsto para maio

Biofuturo

De acordo com o Ministro, o Brasil está “completamente envolvido no biofuturo”, como mecanismo de orientação para o diálogo de políticas e a colaboração entre países, organizações, academia e o setor privado.

O intuito é acelerar o desenvolvimento de alternativas de baixo carbono.

Ainda em Madri, Albuquerque disse que o RenovaBio é “uma máquina de captura de carbono” brasileira.

Segundo ele, 700 milhões de toneladas de emissões equivalentes de CO2 serão evitadas no âmbito do programa. 

“Os biocombustíveis e o RenovaBio irão gerar mais renda e oportunidade para os agricultores no Brasil e ao redor do mundo”, afirmou.

“Nos ajudará a mitigar dois dos principais problemas de hoje: o aquecimento global e a crise de migração (emprego para refugiados).”

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X