JornalCana

Relatório do USDA vai guiar cotações da soja

Sem rumo definido na semana passada e carente de informações capazes de direcioná-lo, o mercado internacional de soja deverá encontrar seu caminho na manhã de hoje, depois da divulgação de um novo relatório de oferta e demanda de grãos nos Estados Unidos e no mundo por parte do USDA, o departamento de agricultura americano.

Como a colheita nos EUA terminou em novembro, este relatório ganha particular importância, diz o analista Fernando Muraro, da Agência Rural. Para ele, o mercado reservará especial atenção aos números de produção e estoques finais de soja daquele país na atual safra, a 2003/04. Analistas radicados nos EUA ouvidos pela agência Dow Jones Newswires, estimam boa retração desses estoques.

Ainda assim, a sexta-feira foi de baixa na bolsa de Chicago, em uma sessão morna e de poucos negócios justamente em virtude das atenções voltadas ao relatório do USDA. Os contratos com vencimento em março encerraram o dia negociados a US$ 7,93 por bushel, queda de 4,50 centavos de dólar.

Também ficou em compasso de espera o mercado doméstico, ainda em fase de entressafra apesar de a colheita já ter sido iniciada em algumas regiões, principalmente no Mato Grosso. No porto de Paranaguá (PR), segundo a Agência Rural, houve apenas indicações de preços a R$ 48,50 a saca, sem negócios fechados. (FL)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram