fbpx
JornalCana

Raízen investe em agricultura digital e amplia áreas monitoradas com o uso de drones

Atualmente mais de 600 mil hectares da companhia contam com tecnologia de mapeamento aéreo por meio de drones/VANTs 

Canaviais de Piracicaba – SP monitorados com auxílio de drones

A Raízen está ampliando o monitoramento de suas lavouras com o auxílio de drones, passando dos 14 mil hectares mapeados em 2014, para mais de 600 mil hectares na última safra (2021/22).

Os dados obtidos são aplicados em diversas etapas do processo produtivo da cana-de-açúcar, desde o plantio, onde os dados de relevo (3 dimensões) são utilizados na elaboração do projeto digital de reforma dos canaviais, permitindo projetar os traçados melhor adaptados à conservação do solo e compatíveis com a recente mecanização das lavouras, até a colheita, onde as linhas da cultura são restituídas utilizando-se das imagens dos drones e utilizadas na colheita com piloto automático, evitando problemas como compactação, pisoteio e falhas.

LEIA MAIS >Com permanência do La Niña, inverno deve ter chuvas abaixo da média no Sul e no Sudeste

Há ainda outras aplicações, como o levantamento de falhas na brotação e de eventuais infestações de plantas daninhas nos canaviais, ou seja, os dados obtidos por meio desta tecnologia são capazes de suportar o processo de identificação de quais variáveis podem impactar na produtividade, além de indicar as áreas que necessitam de mais cuidados, principalmente, no que diz respeito a manutenção do stand do canavial (número de plantas/hectare), influenciando positivamente nos processos para torná-los mais econômicos, eficientes e, por que não, ecologicamente mais sustentáveis pela eficiência do uso dos recursos no trato dos canaviais.

Para utilizar todas as informações captadas pelos drones da melhor forma possível, a Raízen desenvolveu uma solução tecnológica que fornece indicadores qualitativos e quantitativos de cada talhão, oferecendo um detalhamento do canavial sobrevoado.

LEIA MAIS > Raízen apresenta oferta de valor aos produtores parceiros que chegaram com a integração da Biosev

Com essa inovação que emprega o melhor da Inteligência Artificial, a empresa não tem apenas ganhos operacionais, mas também incentiva o desenvolvimento de novas iniciativas e métodos que poderão auxiliar em processos produtivos mais sustentáveis e duráveis no campo.

“A utilização de tecnologias como os VANTs nos possibilita um diferencial significativo em nossa capacidade de monitorar nossos canaviais, entender os eventos que interverem na produção e tomar as decisões necessárias para conseguirmos lavouras mais uniformes e produtivas”, afirma Fernando Benvenuti, gerente de Geotecnologias da Raízen.

Na prática

A Raízen faz uso de drones do tipo asa fixa e, em média, são realizados voos em velocidade de até 60 km/h, nos quais são feitas fotos aéreas que posteriormente são processadas para obter mosaicos de altíssima resolução, com pixel de aproximadamente 3 cm.

LEIA MAIS > A implementação da IoT no campo agrícola

Durante os voos, os VANTs  são monitorados por meio sistemas presentes em computadores portáteis a um raio de até 2 km de distância. Os operadores acompanham os comportamentos das aeronaves no decorrer dos mapeamentos e interveem, se preciso, por meio de comandos pré-estabelecidos pelo fabricante das aeronaves.

Estas aeronaves estão equipadas com avançados sistemas de segurança, como cerca virtual, que evita que a aeronave saia da área de atuação planejada, retorno automático para o ponto de lançamento, monitoramento da capacidade da bateria durante o voo, rastreadores, dentre outras, garantindo assim uma operação de qualidade e segura.

Projetos futuros

A expectativa da Raízen é replicar a solução em oito novas unidades de operação adquiridas pela companhia no ano passado após a compra da Biosev. Com isso, serão mais 200 mil hectares monitorados por drones. Para tanto, a empresa prevê a implementação da tecnologia já nesta safra (22’23), que teve início em abril.

LEIA MAIS > FENASUCRO & AGROCANA abre credenciamento para visitantes

“Com o avanço desta tecnologia, acreditamos que a busca por novas soluções complementa os trabalhos já desenvolvidos com inovação e digitalização dentro da empresa. Nossa busca é por produtividade, objetivo comum em toda nossa operação”, ressalta Benvenuti.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram