JornalCana

Raízen inicia a operação em sua segunda planta de E2G

Unidade, que é a maior do mundo em produção de etanol celulósico, recebeu investimento de R$ 1,2 bilhão

A Raízen iniciou as operações da nova planta de etanol de segunda geração (“E2G”) no Parque de Bioenergia Bonfim, em Guariba – SP.

Com investimento total de R$ 1,2 bilhão, trata-se da maior planta de etanol celulósico do mundo, com nível de comercialização contratado de 80% sobre sua capacidade nominal de produção de 82 mil metros cúbicos (82 milhões de litros) anuais.

Essa nova unidade é a segunda planta de um conjunto de 20 que a companhia anunciou inaugurar até 2031.

LEIA MAIS > Brasil e Indonésia promovem diálogo sobre etanol

Desta forma, a Raízen se consolida como a maior produtora mundial e única a operar 2 plantas de E2G em escala industrial (Bonfim e Costa Pinto, ambas no Estado de São Paulo), totalizando capacidade nominal de 114 mil metros cúbicos (114 milhões de litros).

“A Raízen reforça sua vocação de desenvolver e ampliar o mercado de etanol, com soluções rentáveis de baixo carbono, bem como reforçar seu papel de liderança ante os desafios da transição energética global”, afirma a empresa em comunicado.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram