fbpx

Raízen e São Martinho oficializam aquisição de cana da Usina Furlan

As companhias sucroenergéticas São MartinhoRaízen, que é joint venture da Shell e da Cosan, oficializam a aquisição de cana-de-açúcar da Usina Furlan.

A transação é de R$ 118 milhões. A Raízen e a São Martinho assumem, de forma independente, 2/3 e 1/3 respectivamente dos contratos agrícolas e de fornecimento da Usina Furlan que totalizam aproximadamente 1 milhão de toneladas de cana-de-açúcar localizadas próximas à unidades industrial da companhia localizada em Santa Bárbara D’Oeste (SP).

Os ativos biológicos envolvidos no negócio integram também o arrendamento de terras de propriedades da Usina Furlan e da Agro Pecuária Furlan S. A.

Cerca de 70% da cana processada pela unidade de Santa Bárbara D’Oeste é própria e 30% de terceiros.

Leia também: Abertas as inscrições para o 2o. Usinas de Alta Performance Agrícola 

São Martinho

A São Martinho processará sua parcela de cana na Usina Iracema, localizada no município de Iracemápolis (SP). Com capacidade atual de moagem de 3 milhões de toneladas, a unidade ampliará o processamento para 3,5 milhões de toneladas com a cana extra.

Segundo a São Martinho, os investimentos industriais e agrícolas para ampliar a moagem e absorver todo o canavial somam R$ 12,4 milhões.

Com esses investimentos, a Usina Iracema terá condições de aumentar a produção por safra em até 30 mil toneladas de açúcar (mix açucareiro) ou 30 mil metros cúbicos de etanol (mix alcooleiro), além de extras 18 mil megawatts-hora (MWh) de energia.

A negociação de aquisição de terras da Usina Furlan pela Raízen e pela São Martinho depende de aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X