fbpx
JornalCana

Raízen celebra contrato para venda de 460 milhões de litros de E2G

Companhia também informou que fez a aquisição de 50% de distribuidora de combustíveis no Paraguai

Etanol 2G – Unidade Produtora de Costa Pinto COPI (divulgação)

A Raízen comunicou nesta terça-feira (10) que fechou dois novos acordos comerciais para venda de 460 milhões de litros de etanol celulósico para entrega nos próximos nove anos. Com estes novos acordos, o volume total de E2G já comercializado pela Raízen alcança aproximadamente 1 bilhão de litros, que serão produzidos em plantas a serem instaladas nos Parques de Bioenergia da companhia.

A empresa é atualmente o único player global com capacidade produção de etanol celulósico em escala comercial, e a celebração desses acordos reflete a crescente demanda por fontes de energia mais limpa que contribuam para a descarbonização da matriz energética mundial.

Além disso, a companhia informou que, nesta data, a Raízen Energia celebrou o Share Purchase Agreement – Contrato de Compra de Ações (“Contrato”), o qual estabelece os termos e condições para a aquisição de 50% da Barcos y Rodados S.A. (“B&R”), sociedade com sede no Paraguai, pelo montante total de USD 130 milhões, sendo que USD 40 milhões serão pagos na data de fechamento e USD 90 milhões serão pagos em 5 (cinco) parcelas anuais, sujeito a ajustes usuais para este tipo de operação (“Operação”).

LEIA MAIS > Com engenhosidade, usina de cana encontra formas de evitar descarte de água

A B&R é líder no mercado de distribuição de combustíveis no Paraguai, com uma rede de 350 postos revendedores. Como parte da Operação, a Raízen sublicenciará o direito de uso da marca Shell para a B&R, cujos postos passarão a operar progressivamente sob a bandeira Shell. Adicionalmente, na data de fechamento, será assinado também um Acordo de Acionistas, (“AA”) entre a Raízen Energia e os atuais acionistas, que regulará as relações das partes como acionistas da B&R.

“Nos termos do AA, a Raízen Energia terá o direito de indicar a diretoria executiva e a maioria dos membros do conselho de administração da B&R, e terá direito a um dividendo preferencial, dependendo da performance financeira do negócio” afirma comunicado assinado por Guilherme José de Vasconcelos Cerqueira, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Raízen.

Segundo a nota, a conclusão da operação irá marcar a entrada da Raízen no mercado paraguaio de Marketing & Serviços, integrando a plataforma de operações na América do Sul da Companhia. O fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de condições suspensivas usuais para este tipo de operação, incluindo, mas não se limitando, à segregação e inclusão de determinados ativos da B&R.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram