fbpx

Programa Jovem Aprendiz Rural forma a terceira turma

Aconteceu nesta segunda-feira, 13 de dezembro, a formatura de 55 estudantes que concluíram as atividades do Programa Jovem Aprendiz Rural na região de Catanduva. O projeto, que está no seu terceiro ano de realização, visa assegurar a formação global do futuro trabalhador, preparando-o para ocupar um lugar de destaque no mercado de trabalho. A cerimônia contou com a presença de alunos, autoridades, lideranças e parceiros na realização do programa. Todos os alunos participantes foram agraciados com um certificado e uma lembrança especialmente preparada para a turma.

Durante o evento, o coordenador do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), José Paulo Ravazzi, cumprimentou os formandos e disse que o programa é o primeiro passo para o mercado de trabalho. “Vocês já estão aptos a enfrentar o trabalho, principalmente na agroindústria. Agora só depende do esforço e do desempenho de cada um de vocês.”

A diretora-presidente da Biocana – Associação de Produtores de Açúcar, Etanol e Energia, Leila Alencar Monteiro de Souza ressaltou os objetivos do projeto. “O programa é de fundamental relevância para assegurar a formação global do futuro trabalhador. A partir de agora estes alunos podem até mesmo ser empreendedores rurais. Esta formatura é o resultado do compromisso social que as usinas associadas têm com as comunidades onde estão inseridas”, explicou a executiva que, em nome da diretoria da entidade, agradeceu ao Senar, Sindicato Rural, instrutores e todos os parceiros que viabilizaram o projeto em 2010.

No encerramento da cerimônia, o aluno Alex Fernando Jerônimo, falou em nome dos estudantes. “Tudo o que vimos neste curso contribuiu muito para o nosso crescimento como pessoas e para o nosso desenvolvimento profissional. Temos certeza que quem absorveu todos os ensinamentos vai ter um bom futuro no mercado de trabalho”, finalizou.

Sobre o projeto

O Projeto Jovem Aprendiz Rural é uma iniciativa do Governo Federal desenvolvido por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em parceria com o Sindicato Rural Patronal de Catanduva e a Biocana. O programa conta, ainda, com o apoio da Apta Polo Regional Centro-Norte e de prefeituras da região. Em 2010 foram parceiras as prefeituras de Ariranha, Pindorama, Ibirá e Santa Adélia. O curso tem nove meses de duração, é voltado para a formação de mão-de-obra para a agroindústria e beneficia alunos com idades entre 14 e 18 anos incompletos filhos de colaboradores das usinas Cerradinho, Colombo, São Domingos e Virgolino de Oliveira, além de estudantes das comunidades de cidades vizinhas.

Durante o programa, os alunos participaram de aulas com abordagens sobre agropecuária, recuperação de áreas degradadas, manutenção de propriedade agrícola, gestão de recursos humanos, cidadania, marketing e comercialização, promoção da saúde, comunicação oral e escrita. E ainda desenvolveram atividades voltadas para a comunidade, como arrecadação de mantimentos para instituições filantrópicas.

As usinas associadas à Biocana apoiam integralmente o projeto fornecendo materiais e insumos e as prefeituras parceiras cedem o transporte. Para 2011 já está sendo estudada a possibilidade de abrir novas turmas.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X