JornalCana

Produtores rurais na mira do MP por poluir Rio Pirapó

Perto de mil proprietários rurais de Maringá cujos sítios, fazendas e chácaras estão situados na bacia do Rio Pirapó terão que cumprir a legislação ambiental e recuperar as matas ciliares ao longo do manancial. Caso contrário poderão responder por crime ambiental e serem penalizados com multas pesadas. É o que promete a Promotoria Especial de Meio Ambiente, que prepara uma ação judicial contra estes proprietários rurais. O objetivo do Ministério Público é forçar os responsáveis pela degradação ambiental do Pirapó a recompor a vegetação nativa – um dos primeiros passos para salvar o rio que abastece a população maringaense. (Tudoparana.globo.com)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram