fbpx

Produtores de cana aumentam áreas de renovação, aponta Censo

Levantamento é do IAC e está em fase de formatação

Foto: Arquivo/JornalCana

Crescem as áreas de renovação de canaviais.

Usinas, produtores parceiros e fornecedores aumentam os investimentos depois de anos seguidos de baixa por conta da crise na qual o setor foi vitimizado.

A constatação de ganhos de renovação é do Censo Varietal da região Centro-Sul em fase de realização pelo Instituto Agronômico (IAC).

O IAC pertence a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Estado de São Paulo.

Até o momento, o IAC coletou informações da safra 2019/20 relacionadas a 4,9 milhões de hectares.

Esse montante é operacionalizado por 178 unidades produtoras.

Média histórica

Os resultados já obtidos demostram que os produtores aumentam as suas áreas de renovação.

“Nas últimas três safras houve acréscimo na proporção de área plantada”, destaca Rubens Braga Jr., consultor do IAC e responsável pelo Censo.

“Na safra atual deveremos ficar muito próximos da média histórica”, afirma.

 

Histórico da relação área de plantio / área total cultivada, na Região Centro-Sul:

Canavial em idade avançada

Segundo o consultor, infelizmente essa elevação nas áreas de renovação não resulta em melhora na idade dos canaviais.

Isso reflete o baixo plantio em anos anteriores, que mantém a idade média elevada.

O estágio médio de corte estimado para a safra 2019/20 deverá ser muito similar ao alcançado nas duas safras anteriores.

E deverá ser muito superior ao da média histórica para esse índice.

 

Histórico do estágio médio de corte na Região Centro-Sul:

Dificuldades

Braga Jr. lembra que esse cenário dificulta o ganho de produtividade, uma vez que ela está muito relacionada
com a idade dos canaviais.

“Além disso, baixas áreas de renovação não permitem o aproveitamento de todo o potencial das variedades modernas, mais produtivas e adaptadas à mecanização”, comenta.

Leia também: 

Usinas de Alta Performance Agrícola apresenta cases e informações estratégicas

 

Mais sobre o Censo Varietal 

É o quarto ano consecutivo que o IAC realiza o Centro Varietal na região Centro-Sul.

Nesse trabalho são solicitadas informações sobre as áreas de variedades, por estágio de corte, para todas as unidades produtoras.

Ou seja, destilarias, usinas autônomas, usinas com destilarias anexas e associações de
fornecedores.

As unidades participantes do censo recebem, de forma gratuita, relatórios mensais com a consolidação das informações.

Com essas informações é possível obter análises estratégicas e segmentadas por estado e região produtora.

Os dados agrupados, fornecem relevantes análises permitindo uma visão contextual de regiões de maior inovação nessa tecnologia varietal.

Permite também a indicação de riscos biológicos advindos de grande concentração varietal regional.

 

Contatos com o autor deste conteúdo: [email protected].

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X