fbpx

Produção de sorgo em MG avança 617%

Também direcionado para o setor sucroenergético, como matéria-prima da produção de usinas, o sorgo avança em área no Estado de Minas Gerais. Entre 2001 ao ano passado, o cultivo saltou 617%. E deve aumentar mais por sua recomendação como alternativa para regiões ou períodos de cultivo com baixo índice de chuvas, que inviabilizam outras culturas e penalizam, por exemplo, a cana-de-açúcar.

A escolha da cultivar correta, adubação, controle de pragas e doenças, dentre outras técnicas de manejo, impulsionaram a produtividade do sorgo em mais de 70% desde 2001, atingindo 3.007 kg por hectare, garantindo aos produtores mineiros maiores retornos da cultura.

A produção estimada para a safra 2014/2015 é de 506,3 mil toneladas e contribui em 25% do total produzido no Brasil. O Valor Bruto da Produção (VBP) do sorgo atingiu R$ 125,16 milhões, em 2013, ocupando a 17º posição ranking dos produtos avaliados pelo IBGE.

“O sorgo é cultivado em duas safras, sendo que a segunda safra mineira é a mais expressiva, representando mais de 96% do total da produção da cultura em Minas Gerais”, explica o assessor técnico da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), Francisco Augusto Lara.

“A recorrente falta de chuvas impulsionou o cultivo de sorgo para amenizar os riscos com a seca e as altas temperaturas. O que garante maior estabilidade na produção”, emenda.

O sorgo avança em MG também como fonte para o setor sucroenergético

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X