fbpx

Produção de etanol hidratado sobe 15,22% no Centro-Sul

O volume de etanol hidratado produzido pelas usinas sucroenergéticas da região Centro-Sul do país acumula 10,5 bilhões de litros na safra 2015/16. O volume representa alta de 15,22% sobre os 9,2 bilhões de litros processados no mesmo período da temporada anterior.

Os números foram divulgados nesta quarta-feira (09/09/2015) pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Conforme o levantamento, enquanto a produção de hidratado sobe dois dígitos, a de açúcar recua 8,31% do começo da safra, em meados de abril, à segunda quinzena de agosto.

Nesse período, as usinas sucroenergéticas do Centro-Sul processaram 19,2 milhões de toneladas, ante 20,9 milhões de toneladas no mesmo período da safra 14/15.

Rodrigues, diretor da Unica: moagem em SP está atrasada em 10 milhões de toneladas
Rodrigues, diretor da Unica: moagem em SP está atrasada em 10 milhões de toneladas

Já a produção de etanol anidro (misturado na proporção de 27% à gasolina) também declina. Desde o começo da safra, e até o fim de agosto, as usinas de cana-de-açúcar do Centro-Sul produziram 6,1 bilhões de litros, queda de 12,69% ante os 7 bilhões de litros de mesmo período da temporada anterior.

A moagem de cana-de-açúcar no Centro-Sul está 0,42% acima até a segunda quinzena de agosto, ante mesmo período do ciclo anterior. Na safra vigente, as usinas de cana moeram 374,2 milhões de toneladas, contra 372,7 milhões de toneladas da temporada 14/15.

Bisada

Na segunda quinzena de agosto, o volume de cana-de-açúcar processado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul atingiu 47,26 milhões de toneladas na segunda metade de agosto. Essa quantidade é praticamente idêntica as 47,45 milhões de toneladas processadas na mesma quinzena de 2014.

“No agregado do Centro-Sul a quantidade de cana moída até o momento é praticamente a mesma da safra passada, mas no Estado de São Paulo a safra continua atrasada em mais de 10 milhões de toneladas”, o diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

Caso a moagem no Estado não se recupere em setembro, é possível que o volume de cana bisada aumente no final deste ciclo agrícola, acrescentou Rodrigues.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X