JornalCana

Produção de etanol hidratado da CMAA aumenta 88,3%

Companhia registrou moagem acumulada de 9,2 milhões de cana

A Companhia Mineira de Açúcar e Álcool – CMAA, que conta com três usinas no Triângulo Mineiro (Vale do Tijuco, Vale do Pontal e Canápolis), registrou nos nove meses da safra 2023/24 uma moagem acumulada de 9,2 milhões de toneladas de cana, o que representa aumento de 11,9% em comparação com o período anterior.

No acumulado dos nove meses da safra, o rendimento do canavial (TCH) atingiu 83,6 toneladas de cana por hectare, aumento de 5,8% frente ao registrado no 9M23, enquanto as Toneladas de Açúcar por Hectare (TAH) média alcançaram 11,6, 5,1% acima considerando o mesmo período de comparação.

No período, o Grupo produziu 694,1 mil toneladas de açúcar, 6,9% a mais que as 649,5 mil toneladas da safra anterior. O etanol anidro cresceu 29,9%, ao alcançar 138,7 mil m³, em comparação aos 106,8 mil m³ do 9M23. O etanol hidratado totalizou 206,1 mil m3, 5,3% abaixo dos 195,8 mil m3 do mesmo período da safra passada. A geração de bioenergia registrou leve queda de 1,4%, com produção de 395,7 mil MWh, frente aos 401,2 MWh da safra anterior.

LEIA MAIS >BP Bunge obtém Selo Energia Verde pelo quinto ano consecutivo  

Com relação ao terceito trimestre da safra 2023/24, a companhia processou 2.104,1 mil toneladas de cana o que representa crescimento de 38,9% frente às 1.514,6 mil toneladas no mesmo trimestre do ciclo anterior.

A produção de açúcar atingiu 144,4 mil toneladas, com crescimento de 19,1% em relação ao terceiro trimestre de 2023. No mesmo período, a produção de etanol hidratado apresentou expressivo aumento de 88,3% em comparação com o terceiro trimestre de 2023. Ao mesmo tempo, a produção de etanol anidro registrou acréscimo de 17,1%.

Ainda que a quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) tenha sido 2,7% menor no trimestre (134,7 kg/ton contra 138,4 kg/ton registrados no 3T23), no acumulado da safra a Companhia segue com resultado estável, ao atingir ATR médio de 139,1 kg/ton, resultado 0,7% inferior que os 140,0 kg/ton reportados no ano anterior.

No terceiro trimestre da safra 2023/24, o Grupo CMAA reportou lucro líquido de R$ 71,8 milhões, avanço de 14,6% em comparação com os R$ 62,7 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. O desempenho está em conformidade com as projeções orçamentárias aprovadas e as estratégias comerciais da Companhia para a atual safra.

LEIA MAIS >Drul Group expande sua atuação no Nordeste do país

No período, a receita bruta foi de R$ 855,4 milhões e a receita líquida de R$ 810,8 milhões, crescimento de 31,1% e 26,3%, respectivamente, em relação ao mesmo trimestre da safra passada.

No acumulado da safra 2023/24, a receita bruta alcançou R$ 2.145,8 milhões, 15,7% superior ao 9M23, ao mesmo tempo que a receita líquida registrou R$ 2.062,1 milhões, montante 15,4% maior considerando o mesmo período de comparação.

“O desempenho no 3T24 e no 9M24 foi impulsionado pelo aumento da receita bruta com a venda de açúcar, que teve preços mais altos, e pelo aumento nas linhas de CBIOS e Outros, que inclui, principalmente, venda de cana-de-açúcar”, explicou o CFO do grupo, Jeferson Degaspari, durante apresentação do relatório.

O Ebitda atingiu R$ 363,4 milhões e margem de 44,8% no 3T24, evolução de 11,1% e queda de 6,2 %, respectivamente, frente ao registrado no mesmo período da safra anterior. Nos 9M24, o Ebitda alcançou R$ 924,5 milhões, um avanço de 6,1% no período frente aos R$ 871,4 milhões do 9M23.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram