fbpx
JornalCana

Produção de etanol de milho avança 77,27%

Volume do anidro também cresce

A produção de açúcar na primeira quinzena de junho somou 2,19 milhões toneladas (-14,35%) e a de etanol 1,69 bilhão de litros (-8,70%).

Do volume total de etanol produzido, o hidratado representou 975,20 milhões de litros (-23,99%). A despeito da queda nos outros produtos da cana, o etanol anidro registrou avanço considerável de 26,11% em relação ao volume produzido no mesmo período da safra 2020/2021, alcançando produção de 710,65 milhões de litros.

“A produção de etanol apresentou queda inferior àquela registrada para açúcar, indicando que as unidades produtoras priorizaram a produção do etanol anidro”, explicou o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues.

LEIA MAIS >CEO explica por que a sustentabilidade é uma questão estratégica para a usina

No acumulado desde o início da safra até 16 de junho, o açúcar e o etanol hidratado registram retrações frente a produção observada no ciclo agrícola anterior. A produção do adoçante totalizou 9,34 milhões de toneladas até a primeira quinzena de junho (-11,90%), enquanto a fabricação acumulada do biocombustível alcançou 4,96 bilhões de litros (-15,26%). Em sentido contrário, a produção acumulada de etanol anidro apresenta aumento de 15,02% até 16 de junho, com 2,56 bilhões de litros.

Como reflexo, 45,39% da cana-de-açúcar foi destinada à produção de açúcar até o dia 16 de junho, ante 46,12% registrados na mesma data de 2020.

Na primeira quinzena de junho, foram fabricados 119,71 milhões de litros de etanol a partir de milho, ante 67,53 milhões de litros no mesmo período do ciclo 2020/2021 – avanço de 77,27%. No acumulado, a produção chega a 592,51 milhões de litros – avanço de 41,65% na comparação com a safra passada.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram