fbpx
JornalCana

Produção de etanol anidro mantém trajetória ascendente

UNICA afirma que não há qualquer tipo de restrição na oferta do biocombustível nas usinas

A produção de açúcar na segunda quinzena de maio totalizou 2,62 milhões toneladas (+2,59%) e a de etanol 1,99 bilhão de litros (+9,16%). Do volume total de etanol produzido, o hidratado representou 1,19 bilhão de litros (-7,04%).

A produção de etanol anidro, por sua vez, mantém trajetória ascendente, com 801,7 milhões de litros – avanço de 47,05% em relação ao mesmo período da safra 2020/2021.

No acumulado desde o início da safra até 1º de junho, o açúcar e o etanol hidratado ainda registram retrações frente a produção observada no ciclo agrícola anterior. A produção do adoçante totalizou 7,15 milhões de toneladas fabricadas (-11,12%), enquanto a fabricação acumulada do biocombustível alcançou 3,97 bilhões de litros (-13,18%).

Em sentido contrário, a produção acumulada de etanol anidro apresenta aumento de 11,27% até 1º de junho, com 1,85 bilhão de litros produzidos na safra 2021/2022.

LEIA MAIS > Grupo Virgolino de Oliveira entra em recuperação judicial

“O ritmo de produção observado garante o pleno abastecimento do mercado de combustíveis nacional e o cumprimento da mistura obrigatória de etanol anidro na gasolina. Neste momento não há qualquer tipo de restrição na oferta do biocombustível nas usinas”, esclarece Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

Na segunda quinzena de maio, foram fabricados 118,52 milhões de litros de etanol a partir de milho ante 57,37 milhões de litros no mesmo período do ciclo 2020/2021 – avanço de 106,58%. No acumulado desde o início da safra 2021/2022 até 1º de junho, a produção atingiu 456,88 milhões de litros, crescimento de 30,25% na comparação com igual período da safra passada.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram