fbpx

Produção de açúcar tailandês é prejudicada por política protecionista

img10140

A Tailândia quer fazer acordo com membros da Asean — Associação de Nações do Sudeste Asiático, relativos às exportações de açúcar do país.

Países membros da Asean dizem que importar açúcar tailandês custa menos que importar do Brasil, já que o custo de transporte é obviamente mais baixo. Entretanto a Tailândia tem tido dificuldades em exportar para países da Asean por eles terem decidido não baixar as tarifas de importação, por uma política de proteção às indústrias nacionais desses países.

A Tailândia é o segundo maior exportador de açúcar do mundo, depois do Brasil, com cerca de 10 milhões de toneladas exportado anualmente aos mercados internacionais. Cerca de 90% desse açúcar é enviado para outros mercados asiáticos, sendo que a Asean corresponde a 45% desse total.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X