fbpx
JornalCana

Prestes a completar 5 anos, Pulse, da Raízen, consegue R$ 50 milhões em retorno financeiro

Hub de inovação tem 51 startups em seu portfólio e 93 projetos-pilotos realizados

Consolidando uma atuação do campo ao posto, o Pulse, hub de inovação da Raízen, acaba de divulgar seu balanço de resultados.

Em seus quase cinco anos de existência, o hub atingiu R$ 50 milhões em impacto financeiro potencial na companhia e junto aos seus fornecedores de cana, sendo R$ 35 milhões em ganhos já consolidados, desses, R$ 17,5 milhões apenas da safra 2021/22, e resultado adicional em projetos que ainda estão em validação.

Criado em 2017, o espaço nasceu com foco no agro, no AgTech Valley em Piracicaba -SP, mas ao longo do tempo expandiu sua atuação para todas as áreas da empresa. O objetivo do hub é impulsionar o pilar de tecnologias avançadas, conectando startups às áreas de negócio da companhia contribuindo para resolução de problemas reais, melhor tomada de decisão e expansão do ecossistema de inovação.

LEIA MAIS > “Queridinhos da vez” ganham destaque nos planos das usinas

Ao todo, o espaço de conexão tem mais de 800 startups em sua base e 51 em seu portfólio como parceiras. Destas, 15 tornaram-se parceiras no último ano. Com 93 projetos-pilotos realizados no total, o hub viabilizou 32 pilotos apenas na safra 2021/22.

Desde sua fundação, o Pulse realizou três hackathons, um Edital de Sustentabilidade em 2020 e uma Chamada de Energia em 2021. Só no último ano-safra o hub contribuiu para a contratação de 40 novos talentos na área de tecnologia, com parceiros de HRTech, e realizou sete jornadas de inovação, mapeia e identifica empresas de base tecnológica, a fim de gerar oportunidades e de conectar as startups com a Raízen, validando, assim, soluções para possíveis Provas de Conceito (POC) ou projetos-pilotos pagos na companhia ou junto aos seus produtores parceiros.

Recentemente, o Pulse ultrapassou fronteiras e viabilizou o primeiro teste de solução fora do Brasil. Em conjunto com a startup Checklist Fácil, criada em Porto Alegre -RS, implementou um software de lista de tarefas eletrônica para padronização dos processos da Raízen na Argentina, responsável pelos ativos da Shell no país desde 2018.

LEIA MAIS > Preço do CBIOs bate recorde em junho e fica acima de R$ 200 reais

A tecnologia, entre outras coisas, eliminou a necessidade de digitação manual em planilhas, reduzindo horas de trabalho e uso de papel.

A possibilidade da atuação na Argentina aconteceu após os resultados obtidos na operação brasileira, onde atualmente a solução é usada por mais de 2 mil colaboradores e houve saving de mais de 60 mil horas de trabalho no registro de dados de rotinas de segurança em terminais e parques de bioenergia.

Outra empresa parceira e com projetos em andamento é a Bart Digital, startup de Londrina -PR que possui uma plataforma digital para registro de CPRs (Cédulas de Produto Rural eletrônicas) na bolsa de valores (B3). Em apenas oito meses, o time da Raízen garantiu o registro de 103 CPRs e atendeu 72 fornecedores de cana (ou FOCAs, nomenclatura dada pela companhia aos seus fornecedores de cana).

Com mais de R$ 474 milhões em títulos registrados, a solução também torna o processo de assinatura digital mais ágil para os produtores, eliminando a necessidade de ir até um cartório.

LEIA MAIS > Transição energética e desenvolvimento durável

Dentre as associadas, também está a DataRisk. Parceira do Pulse há um ano, a empresa desenvolve soluções de machine learning para análise preditiva e de dados.  Com modelagem algorítmica, o trabalho em conjunto com a startup já trouxe ganhos à operação do Shell Box, app que serve como plataforma de pagamentos e fidelidade nos postos Shell.

Segundo o diretor de TI e Digital da Raízen, José Massad, a empresa que é referência global em bioenergia, tem no Pulse um agente fundamental para fomento da inovação dentro e fora da companhia.

“Amadurecemos e ampliamos nosso papel interna e externamente junto com o ecossistema de inovação. Antes como porta de entrada para as startups dentro da companhia, o Pulse tem hoje uma atuação ainda mais abrangente como um dos veículos da grande transformação tecnológica que temos vivido e acelerado em nossos negócios. Continuamos conectando pessoas e promovendo um ambiente de colaboração, potencializando a construção de modelos de negócio que endereçam questões do hoje e do amanhã, na evolução para um futuro cada vez mais sustentável”, afirma Massad.

LEIA MAIS > A microbiologia do solo e a influência na produtividade do cultivo de cana-de-açúcar

Todo esse esforço para promover a criação de respostas personalizadas para o mercado de forma escalável, digital e com ganhos qualitativos significativos foi reconhecido pelo ranking 100 Open Corps, que premia as corporações que mais praticaram inovação aberta com startups. No último levantamento, a Raízen obteve o 9º lugar no ranking geral e 1º lugar na categoria de Energias Renováveis entre as empresas mais inovadoras.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram