fbpx

Preços internacionais do açúcar fecham em queda na semana

Influenciado pela alta volatilidade, o mercado internacional de açúcar fechou a semana passada com baixas médias de 2,50 dólares por tonelada, segundo relatório da Archer Consulting. A volatilidade [dispersão dos preços em relação à média de preços] continua alta, mas mostra sinais de exaustão.

O volume diário negociado caiu bastante, 50% em relação aos últimos 40 pregões. Houve uma desaceleração em função dos problemas recentes com alguns fundos. A posição em aberto em torno de 940.000 lotes tem se mantido a duras penas em função de fixações de compra nos níveis mais baixos, mas nada significante.

O volume total de contratos negociados em 12 meses, por outro lado, ainda é alto e quebra recordes diários, quase 25 milhões.

Do ponto de vista dos fundamentos, pouca coisa mudou. O mercado físico na exportação está pouco movimentado, com descontos. No entanto, algumas notícias podem dar suporte ao mercado. É o caso de um potencial de queda na produção russa e a redução na China.

A Archer acredita que o mercado deverá voltar a um intervalo de preços entre 12.50 e 13.50 centavos de dólar por libra-peso para a safra 2008/09, acrescentando de 100 a 150 pontos para a safra seguinte.

O acompanhamento que a Archer Consulting faz ao longo do ano sobre as fixações mostra que até final de setembro do ano passado as usinas tinham poucas fixações para a 2008/09, em função dos preços baixos. Ainda assim, o volume estimado de 2 milhões de toneladas fixadas mostrava um preço médio de 10,11.

Em outubro e novembro de 2007, elas adicionaram mais 4.5 milhões de toneladas ao preço médio de 10,50. Em dezembro até meados de janeiro de 2008, mais 4.8 milhões de toneladas foram fixadas ao preço médio de 11,57.

Na segunda quinzena de janeiro até final de fevereiro, mais 5.2 milhões de toneladas foram fixadas ao preço médio de 13,14. O preço de fixação médio das usinas da 2008/09 gira em torno de 12,04 centavos de dólar por libra-peso.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X