fbpx

Preços agrícolas sobem 3,4% em SP

O índice de preços recebidos (IPR) pelos produtores agropecuários paulistas, pesquisado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) – vinculado à Secretaria de Agricultura do Estado -, confirmou as expectativas e encerrou a segunda quadrissemana de agosto com variação positiva de 3,38%, 0,86 ponto percentual a menos que no período anterior. A desaceleração já era esperada por Nelson Batista Martin, diretor do IEA, que projeta para o acumulado do mês alta de 2% do IPR. Ainda assim será uma variação considerável, levando-se em conta a queda das cotações externas de commodities como algodão, soja, milho e trigo e seus reflexos nos preços domésticos.

Na segunda quadrissemana do mês, a valorização foi puxada, uma vez mais, pela forte alta dos preços das chamadas olerícolas – batata (32,28%), cebola (73,35%) e tomate (104,55%) -, que estão com a oferta mais curta este ano e seguem suscetíveis às variações climáticas. As três altas levaram o grupo de produtos de origem vegetal a registrar variação positiva de 3,78% no intervalo. Mas, apesar do ganho médio do grupo, Nelson Martin destacou a retração do trigo (25,39%), decorrente do início da colheita no país e da queda de cotações no mercado internacional.

Já o grupo de produtos de origem animal subiu, em média, 2,67%, puxado por aumentos nos preços pagos aos produtores de boi (2,82%), leite (3,77%), ovos (7,84%) e suínos (7,85%). A tendência é que os produtos animais continuem sustentados nos próximos meses, uma vez que a atual fase de entressafra do boi – importante fator de sustentação – deverá ter seu pico em novembro próximo.

No atacado paulista, os preços agrícolas registraram alta de 0,5% na semana entre os dias 5 e 12 de agosto em relação à semana anterior, conforme levantamento da MSConsult com base em uma cesta de 14 produtos (soja, café, algodão, carnes, açúcar, arroz, feijão, milho, tomate, batata, trigo, leite, ovos e laranja). A batata foi o produto que mais subiu (8,3%). Já o tomate, no atacado, recuou 21,8%.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X