fbpx

Preço do MWh no spot vale 18% menos

Vender o megawatt-hora (MWh) produzido pela biomassa da cana-de-açúcar vale 18% menos nesta semana para as usinas sucroenergéticas localizadas nos estados das regiões Sudeste/Centro-Oeste do país.

A queda de 18% é no teto semanal do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), que até a próxima sexta-feira (18/12) está fixado em R$ 110,10/MWh no submercado Sudeste/Centro-Oeste.

O PLD é definido pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Demais mercados

A geração de eletricidade por biomassa de cana opera no mercado spot pelo PLD
A geração de eletricidade por biomassa de cana opera no mercado spot pelo PLD

No submercado Sul, o preço do PLD caiu 27% e ficou abaixo dos cem reais (R$ 98,39/MWh). O PLD no Nordeste foi fixado em R$ 309,97/MWh, o que significa uma redução de 4%. Apenas no submercado Norte houve aumento (+10%) do preço, passando de R$ 159,61/MWh para R$ 175,70/MWh.

As afluências previstas para o SIN em dezembro foram revistas para de 111% para 118% da Média de Longo Termo (MLT) com acréscimo de 4.400 MWmédios de energia ao Sistema e destaque para a região Sul com afluências esperadas em 250% da média histórica.

As ENAs previstas para o Sudeste também subiram (123% para 126% da MLT), assim como as do Nordeste (38% para 41% da MLT) enquanto o submercado Norte (47% para 34%) foi o único com decréscimo na revisão.

Os limites de recebimento de energia do Nordeste e do Norte foram atingidos, assim como os de envio de energia pelo Sul, resultando na diferença entre os preços desses submercados e os demais.

Houve aumento de 270 MWmédios nos níveis de armazenamento esperados para os reservatórios do SIN. Os níveis do Sudeste permaneceram estáveis e foram elevados no Sul (+400 MWmédios). A reduções foram de 50 MWmédios no Nordeste e 80 MWmédios no Norte.

A carga de energia prevista para a próxima semana não sofreu alteração.

O fator de ajuste do MRE esperado para dezembro é de 92,3% com ESS estimado para o período de R$ 858 milhões, sendo R$ 774 milhões referentes à segurança energética.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X