fbpx

Preço do açúcar sobe, mas demanda segue baixa

As usinas de cana-de-açúcar do estado de São Paulo têm um motivo para abrir o champanhe e outro para fechar a garrafa.

O primeiro é que na média, e em termos reais (valores corrigidos pelo IGP-DI base agosto/15), o açúcar cristal superou a média do mesmo mês do ano passado.

Segundo o indicador Cepea/Esalq, no último mês a média da saca de 50 kg foi de R$ 51,06, alta de 5,9% sobre a média real de setembro/14, que ficou em R$ 48,22/saca 50 kg.

A produção de açúcar terá o primeiro déficit em seis safras, diz a Datagro
A produção de açúcar terá o primeiro déficit em seis safras, diz a Datagro

Leia mais: Chuva e alta na gasolina favorecem o etanol

O valor médio da saca em setembro  último foi 8,85% acima da média de agosto/15, que alcançou R$ 46,91/saca 50 kg.

Quer mais? No acumulado de setembro, a alta, segundo o indicador Cepea/Esalq, é de expressivos 15,5%.

Mas apesar de a demanda se mostrar um pouco mais aquecida nos últimos meses, ainda segue limitada, conforme o Cepea, por conta do enfraquecimento da economia nacional.

Um exemplo: os volumes captados pelo Cepea referentes às negociações no spot também superaram os de agosto, mas ainda foram inferiores aos de setembro/14.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X