Preço de venda da eletricidade no spot vale 33% menos hoje que há um ano

2008-06-11 Caldeiras Bagaço Industria Fumaça Usina Guaira (2)
Geração em térmica de usina de cana: valor de venda do MWh vale hoje 33% menos que há um ano

O megawatt-hora (MWh) produzido pela biomassa na cana-de-açúcar vale hoje, no mercado spot, R$ 155,20. O valor é 33% abaixo dos R$ 206,68 de um ano atrás.

A queda é contabilizada pelo Portal JornalCana a partir de levantamentos da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), responsável pela gestão do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), indicador empregado como ‘moeda’ no mercado spot.

A queda de 33% reflete realidade de valores em um cenário de avanço da valorização do PLD, ou seja, do próprio mercado spot como componente de geração de eletricidade.

Leia também: Térmicas movidas a biomassa ampliam a produção em 10%

Fonte: CCEE
Fonte: CCEE

Em alta

O PLD vale hoje 7% acima do valor anterior, de R$ 145,50, nos quatro submercados (ou regiões) do país avaliados pela Câmara de Comercialização. O PLD tem validade semanal: vai do sábado à próxima sexta-feira. No caso, o PLD vigente vale de 24 a 30 de setembro.

Conforme a Câmara, o preço do PLD permanece equalizado em função dos limites de intercâmbio entre os submercados não serem atingidos.

Conforme a CCEE, a previsão de afluências para o Sistema Interligado Nacional (SIN), em setembro, caiu de 86% para 82% da Média de Longo Termo (MLT), permanecendo abaixo da média em todos os submercados: Sudeste (96%), Sul (77%), Nordeste (33%) e Norte (51%).

Já os níveis dos reservatórios do SIN estão aproximadamente 450 MWmédios acima da previsão anterior com elevação observada em todos os submercados, exceto no Norte (-20 MWmédios). As elevações foram de 200 MWmédios no Sudeste, 120 MWmédios no Sul e 150 MWmédios no Nordeste.

A carga prevista para o Sistema na quinta semana de setembro está aproximadamente 250 MWmédios mais baixa quando comparada à expectativa da semana anterior, com redução esperada no Sudeste (-280 MWmédios) e no Norte (-170 MWmédios). Houve elevação apenas na carga prevista para o Nordeste (+200 MWmédios), ficando estável no Sul.

O fator de ajuste do MRE previsto para setembro foi revisado de 84,4% para 83,6%. Os Encargos de Serviços do Sistema – ESS são esperados em R$ 233 milhões para o período, sendo R$ 106 milhões referentes à segurança energética.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X