JornalCana

Preço da cana a R$ 170/ton para a safra 2023/24, estima Czarnikow

Etanol continua R$ 0,3/litro abaixo do potencial mostra relatório da trading

(Divulgação Czarnikow)

A Czarnikow, trading britânica de alimentos e serviços, afirma que o valor acumulado do kg do ATR em outubro, ficou em linha com a sua projeção, fechando o mês em BRL1,2148.

“Grande parte desse aumento foi puxado pelo preço do açúcar no mercado doméstico, que subiu 11% em um mês – no índice que compõe o cálculo do ATR. Como o cálculo do ATR leva em consideração a média ponderada do açúcar vendido no mercado spot, contratos bilaterais e o índice Esalq, os gráficos abaixo refletem apenas em parte o aumento do preço do açúcar branco no mercado doméstico”, disse a analista da trading, Ana Zancaner.

Já o preço do etanol, infelizmente se manteve estável no último mês, sem alterações significativas. Segundo Ana, usando uma regra de paridade de 70% na bomba, o etanol teria espaço para subir R$ 0,3/litro sem afetar a competitividade. Isso levaria o etanol para quase R$ 2,6/litro (PVU, liq. Imp).

LEIA MAIS > Vertente conquista prêmio de performance em extração e gestão na área industrial

“Mas achamos difícil o etanol reagir a ponto de chegar nesse nível de preços até o final da safra. O consumidor migrou para a gasolina e está difícil trazê-lo de volta”, ressalta.

Apesar das vendas de etanol estarem se recuperando, segue muito abaixo do potencial. A média de paridade de etanol e gasolina em São Paulo está em 62% há 2 meses, mas o market share de hidratado tem subido ficando em apenas 26%. A última vez que a paridade atingiu esse patamar foi em julho de 2019, e naquele mês as vendas de hidratado combustível bateram 1,73 bilhão de litros – quase 400 milhões de litros a mais que atualmente.

ATR Acumulado em março 2024 se mantem acima de R$ 1,25/kg

As expectativas da trading em relação aos preços de etanol e açúcar não mudaram desde o mês passado, portanto continuam projetando um ATR acumulado em março 2024 para R$1,2547/kg.

LEIA MAIS > Usina Lins eleva eficiência industrial com inovação em manutenção preditiva

“Uma pergunta que recebemos muito é sobre o que é parcelado etanol e o que é parcelado açúcar. O preço do ATR não é divulgado separadamente, mas é uma composição do mix de produção de SP esperada para o ciclo 23/24 – nesta safra, o peso do açúcar chega a 55%. Mas e contratos que não usam o mix SP, ou contratos que olham apenas a parcela de açúcar? Nesse caso, o preço do kg do ATR subiria para R$1,5218 – acumulado da safra”, explica a consultora.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram