fbpx
JornalCana

Por que a Tereos aposta no biogás para produção de energia elétrica?

Grupo já marca presença no segmento de geração distribuída através do subproduto

Tereos: planta de biogás integra energia limpa e renovável ao seu portfólio já diversificado

No segundo semestre de 2022, a Tereos Açúcar e Energia Brasil celebrou o início das operações comerciais de sua pioneira planta de biogás, situada na unidade Cruz Alta, em Olímpia (SP). Com um aporte inicial de R$ 15 milhões, a instalação ostenta 1 MW de capacidade instalada, representando o primeiro empreendimento do grupo no Brasil a integrar energia limpa e renovável ao seu portfólio diversificado, juntamente com a energia proveniente da biomassa da cana.

LEIA MAIS > Usina Diana reduz custos elevando ciclo de concentração das caldeiras e recuperando o condensado

A planta transforma a vinhaça, subproduto da fabricação de etanol, em biogás. “O processo inicia com o biodigestor, onde bactérias decompõem a matéria orgânica. Após a remoção do enxofre, o biogás é convertido em energia elétrica limpa por meio de um gerador, sendo posteriormente distribuído para as redes de transmissão”, explica Enéas Cordeiro, Plant Manager da unidade.

LEIA MAIS > Gerente industrial do Ingenio La Cabana revela estratégias de eficiência energética no 21º SINATUB INTERNACIONAL

Para comercializar a energia gerada, a Tereos estabeleceu uma parceria com um marketplace especializado na conexão entre geradores de energia sustentável e empresas de pequeno e médio porte no interior paulista. “Com essa iniciativa, adentramos o mercado de geração distribuída, adicionando mais um nicho ao nosso leque de comercialização de energia”, destaca Cordeiro.

INSCREVA-SE JÁ: www.sinatub.com.br

Cordeiro, da TereosA planta de Olímpia produz energia equivalente ao consumo de aproximadamente 85 pequenos comércios ou 1 mil clientes residenciais, possuindo potencial de duplicação a médio prazo. “Do lado da Tereos, a geração de energia a partir do biogás reafirma nosso compromisso com a sustentabilidade, otimizando o uso integral da cana-de-açúcar, nossa principal matéria-prima”, ressalta Cordeiro. Para os clientes, isso se traduz em energia sustentável e custos reduzidos na aquisição.

Além da geração elétrica, a planta também prevê a produção de biometano, uma alternativa limpa aos combustíveis fósseis. “A Tereos está empenhada na meta de, até a safra 2029/30, ter 100% dos veículos canavieiros abastecidos com biometano”, afirma Cordeiro. Testes já foram iniciados na safra 21/22, com planos de expansão nos próximos anos.

Metas alcançadas e perspectivas futuras

A operação da planta de biogás teve início em junho de 2022, com a meta de amadurecer o processo de produção até o final da safra 23/24. “Os resultados do primeiro ano foram satisfatórios, produzindo aproximadamente 305 MWh em 4 meses de operação, incluindo o período de testes”, relata Cordeiro. Atualmente, a planta tem um potencial de exportação de 4,0 GWh/ano, operando com capacidade reduzida devido a limitações do sistema elétrico.

INSCREVA-SE JÁ: www.sinatub.com.br

“O potencial de produção de biometano do grupo, utilizando apenas a vinhaça, é de 56,5 MM Nm³/ano, superando a demanda interna projetada de 40,7 MM Nm³/ano”, conclui Cordeiro, evidenciando as perspectivas otimistas para o futuro da planta e do compromisso ambiental da Tereos.

Cordeiro apresentará os detalhes desse case de sucesso durante o 21º SINATUB INTERNACIONAL – Caldeiras, Vapor, Energia e Biogás marcado para o dia 8 de novembro de 2023, no Centro de Convenções Ribeirão Preto (SP).

INSCREVA-SE JÁ: www.sinatub.com.br

SINATUB deste ano enfoca a “Eficiência Energética para a Máxima Produção de Açúcar, Etanol e Exportação de Energia”, proporcionando uma plataforma para discutir avanços tecnológicos na geração e consumo de vapor e energia elétrica. A agenda está repleta de palestras que vão desde a otimização energética até a bioeletricidade no Brasil, apresentadas por líderes industriais e especialistas na área:

– Desafios e Oportunidades da Bioeletricidade no Brasil

Newton Duarte, VP Executivo na Cogen Associação da Indústria de Cogeração de Energia

– Busca por Eficiência em Sistemas de Cogeração Existentes

German Atilio Molina Ortiz, gerente industrial do Ingenio La Cabana – El Salvador

– Case Pitangueiras – Maior Exportação de Energia com uso de Biomassa

Claudemir Leonardo, diretor agroindustrial da Usina Pitangueiras

– Case Diana – Otimização Energética dos Sistemas de Geração de Vapor

David Fernando de Britto, coordenador de Manutenção Industrial e José Donizete de Souza, supervisor de Geração de Vapor

– Otimização em Tempo Real da Geração de Vapor, Energia e Balanço Térmico

Douglas Mariani, engenheiro químico e consultor da Soteica

– Case Tereos – Geração de Bioeleletricidade e Biometano a Partir do Biogás

Enéas Cordeiro, Plant Manager

– Momento Patrocinador – Drul

– Momento Patrocinador – Veolia

INSCREVA-SE JÁ: www.sinatub.com.br

No dia seguinte, 9 de novembro, acontece o 21º SINATUB INTERNACIONAL – Extração & Manutenção Industrial com informações relevantes e casos de inovações tecnológicas e melhorias operacionais nas áreas de Recepção, Preparo, Extração (Moenda ou Difusor) e Manutenção Industrial. O painel desse dia conta com:

Manhã – Extração

– Case São Domingos – Alta Performance em Preparo de Cana

Franciel Ribeiro da Silva, coordenador de Manutenção Industrial da Usina São Domingos

– Case Vertente – Aumento da performance de extração e maior moagem, sem grandes investimentos

Flávio Montanheiro, gestor de Extração e Utilidades

– Algoritmos Inteligentes Voltados para a Máxima Extração e Aproveitamento do ART em Difusores e Moendas

Douglas Mariani, engenheiro químico e consultor da Soteica

Tarde – Manutenção

– Case Cocal – Implementação de Tecnologias 4.0 visando a Inovação e Resultados Sustentáveis na Gestão de Ativos

Hernandes Rosa Junior, gerente de Manutenção Industrial

– Case Lins – Manutenção Preditiva: Inovações no Processo de Medição de Espessura

Marcos Pinatti, gerente de Manutenção e Energia

– Case – Evolução na Gestão de Ativos no Grupo Santa Adélia

Renan Rodrigues Ponte, engenheiro de manutenção

Para mais informações e inscrições acesse: www.sinatub.com.br

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram