fbpx

Petrobras sobe pela segunda vez gasolina nas refinarias em maio

Por videoconferência, Estatal comentou o prejuízo de R$ 48,5 bilhões no primeiro trimestre de 2020

Desde ontem (14), está valendo o novo aumento da gasolina da Petrobras, o segundo neste mês de maio. O aumento desta vez foi de 10% no preço do litro nas refinarias. Mesmo com o novo aumento, no acumulado do ano, a redução do preço da gasolina é de -41,3% e do diesel -44,1%.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 3 e 9 de maio, o preço médio da gasolina comum no País foi de R$ 3,823; do diesel S-500 foi de R$ 3,077; do etanol, de R$ 2,579 e do botijão de 13 kg de gás de cozinha, de R$ 69,65.

Com o relaxamento nas medidas de isolamento social em algumas regiões, o fluxo de veículos no País está maior em maio. Os dados foram divulgados pela Petrobras nesta sexta-feira (15/5), durante videoconferência. Na oportunidade, a Estatal comentou o prejuízo de R$ 48,5 bilhões da companhia no primeiro trimestre de 2020.

De acordo com a diretora de Refino e Gás Natural da petroleira, Anelise Lara, a retração no mercado interno no início de abril foi muito grande, mas, em maio, a redução na demanda por gasolina e diesel está menor. “Em abril, a retração na demanda por diesel foi de 50%, da gasolina de 65% e do querosene de aviação (QAV), de 90%”, disse. “Em maio, com maior consumo, a redução na demanda por diesel caiu para 30% e a da gasolina para algo entre 40% e 45%”, comparou. Anelise destacou que apenas o QAV continua com a demanda 90% menor.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

19 + 19 =

X