fbpx

Petrobras investirá US$ 975 mi em refinaria no Japão

A Petrobras vai investir cerca de 100 bilhões de ienes (US$ 975,3 milhões) na refinaria japonesa Nishihara, em Okinawa, no Sudoeste do Japão, a fim de capacitar a unidade para o processamento do petróleo pesado brasileiro.

A estatal comunicou, na semana passada, a compra de uma participação societária de 87,5% na refinaria, em parceria com a TonenGeneral, subsidiária da petrolífera americana ExxonMobil. O valor aproximado do negócio é de US$ 50 milhões.

Após o investimento, a Petrobras venderá derivados de petróleo em países asiáticos, como China, Coréia do Sul, Vietnã e Indonésia, usando a refinaria como base de exportações, segundo o presidente da companhia, Jose Sérgio Gabrielli.

O executivo disse que a refinaria “desempenhará um papel importante” na estratégia asiática da empresa, que tem vários contratos de exportação com países da região, incluindo a China. Gabrielli não especificou as metas para o volume de exportações nos mercados da Ásia.

Ao contrário do que havia declarado anteriormente, a Petrobras também venderá os derivados em Okinawa e no Japão continental. A companhia dissera que não estava interessada no mercado japonês, apontando a redução da demanda por energia no país. A Petrobras espera capitalizar a “vantagem competitiva de estar em Okinawa”, e já descobriu um mercado para o uso industrial de combustível, disse Gabrielli, sem especificar o produto.

A Nishihara é a única refinaria de Okinawa e tem capacidade para o refino de 100 mil barris de petróleo por dia e o armazenamento de 9,6 milhões de barris. As informações são da Dow Jones. (Hélio Barboza)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X