JornalCana

Petrobrás define futuro de térmica em uma semana

A Petrobrás deverá definir na próxima semana se constrói ou não a termoelétrica CCBS/Cubatão, em parceria com a japonesa Marubeni, afirmou ontem o diretor de gás e energia da estatal, Antonio Luiz Menezes. A usina, com capacidade para gerar 440 megawatt (MW) de energia e 400 toneladas/hora (t/h) de vapor estava prevista para começar a operar em outubro do ano passado, mas até hoje as obras continuam emperradas. O investimento total da usina está calculado em US$ 650 milhões.

Menezes afirmou ainda que dos 4.500 MW de energia térmica previstos anteriormente para entrar no sistema elétrico, apenas 2.700 MW podem ser garantidos hoje. O restante somente será concretizado se houver condições no mercado de energia. “Postergamos tudo que podíamos por causa do encolhimento do mercado de energia, que desapareceu.” Segundo ele, o andamento da construção das usinas está atrelado à assinatura de contrato de venda da energia. Enquanto as empresas não encontrarem comprador para a geração, os projetos continuarão parados. (O Estado de SP)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram