fbpx

Pesquisa avalia impactos da produção de biodiesel

A Embrapa Informática Agropecuária, com sede em Campinas, SP, participa de uma pesquisa que vai avaliar o impacto das mudanças climáticas globais nas energias renováveis do Brasil. O estudo, patrocinado pela Petrobras, está sendo feito em parceria com o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

O projeto se baseia em análises meteorológicas e agrometeorológicas, com a apoio da tecnologia da informação, que inclui geoprocessamento, banco de dados e cálculo espacial. O estudo é coordenado pelo pesquisador Carlos Nobre, do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, Eduardo Delgado Assad, a participação do centro de pesquisa busca avaliar as suscetibilidades das principais culturas, desenvolvendo e aperfeiçoando modelos para regionalização do cenário de mudanças climáticas na América do Sul.

“A idéia é verificar de que maneira as variações de temperatura e outros fatores ambientais vão influenciar as principais culturas voltadas à produção de biodiesel do País, como mamona, soja, girassol, amendoim, algodão, dendê e cana-de-açúcar”, diz o pesquisador.

O estudo vai avaliar a vulnerabilidade das culturas, com relação às mudanças climáticas, para indicar os locais mais apropriados para plantação, com menor risco para produção agrícola. A base metodológica desenvolvida pela Embrapa para as pesquisas de zoneamento agrícola e monitoramento agrometeorológico será usada na pesquisa.

O projeto envolve uma equipe de 20 pesquisadores do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), Coordenação dos Programas de Pós-Graduação de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Embrapa, Cepagri da Unicamp, CPTEC do Inpe, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), Universidade Salvador (Unifacs) e Centro de Tecnologia Canavieira (CTC).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X