JornalCana

Parte obrigada do RenovaBio havia adquirido cerca de 20,13 milhões de CBIOs até dia 6 de outubro

As aposentadorias do período mostram um excedente de quase 2 milhões de créditos em relação a meta

Dados da B3 registrados até o dia 6 de outubro indicam a emissão de 24,91 milhões de créditos de descarbonização (CBIOs) em 2023.

Até o dia 30 de setembro, prazo final para cumprimento da meta referente ao ano de 2022, a parte obrigada havia aposentado 38,66 milhões de créditos.

Ainda será confirmado, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), se houveram distribuidoras que não atenderam ao compromisso.

No entanto, de forma agregada, as aposentadorias do período mostram um excedente de quase 2 milhões de CBIOs em relação a meta.

LEIA MAIS > Evandro Gussi conquista o troféu “Ethanol Man of the Year” no MasterCana Award

A partir de agora o foco se volta para a meta do ano de 2023, cujo prazo para cumprimento se encerrará em 31 de março de 2024. Para o ano em questão, a meta estabelecida é de 37,47 milhões de CBIOs.

Tendo isso em mente, até dia 6 de outubro, a parte obrigada do programa RenovaBio havia adquirido cerca de 20,13 milhões de créditos de descarbonização. Esse valor considera o estoque de passagem da parte obrigada em 2021 somada com os créditos adquiridos em 2022 e 2023, até o momento, subtraída a meta referente ao ano de 2022.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram