fbpx

Para a Atvos, safra no Centro-Sul moerá menos cana na 19/20

Foto: Arquivo/JornalCana

A Atvos, antiga Odebrecht Agro, estima quebra de 2 milhões de toneladas na moagem de cana-de-açúcar durante a safra 2019/20 no Centro-Sul do País.

O processamento da matéria-prima deverá somar 572 milhões de toneladas, ante 574 milhões de toneladas projetadas para a 18/19, que termina no fim deste mês de março.

A estimativa é de Luiz Ricardo Fazzi, gerente comercial açúcar da companhia, feita durante sua participação em painel da conferência Abertura de Safra realizada em 13/03, em Ribeirão Preto, pela Datagro e pelo Santander.

Projeção para ATR 

Segundo Fazzi, as estimativas Atvos para a 19/20 preveem volume de ATR total em 78,3 milhões de toneladas no Centro-Sul, ante 79,1 milhões de toneladas da 18/19.

Em linha com a redução prevista de ATR total, o executivo da empresa projeta 136,9 kg de ATR por tonelada de cana, contra 137,9 kg de ATR por tonelada na temporada em fase de encerramento.

Leia também: 

Marcelo Ometto assumirá presidência do conselho da UNICA

Moagem no Centro-Sul deve ir a 583 milhões de toneladas na 19/20

Etanol

A produção de etanóis cairá na safra 19/20, segundo o gerente comercial açúcar da Atvos. Segundo ele, as unidades do Centro-Sul chegarão a 19,6 bilhões de litros de hidratado, contra 21,4 bilhões de litros na temporada 18/19.

Já a produção de anidro, emendou, ficará em 8,5 bilhões de litros, ante 8,8 bilhões de litros na 18/19.

A importação de etanol também será menor, na avaliação do executivo. Ao longo da safra 19/20, que vai de abril próximo ao mesmo mês de 2020, o País deverá importar 1,3 bilhão de litros. No período da 18/19, ele relata que as compras de etanol no exterior totalizaram 1,4 bilhão de litros.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X