fbpx

Número de variedades de cana em uso passa de 300

É o que revela o Censo Varietal do IAC

O Censo Varietal apresenta as variedades mais cultivadas nos canaviais na safra 2019/20 (Foto: Divulgação)

O número de variedades de cana-de-açúcar no Centro-Sul do país passa de 300.

É o que revela o Censo Varietal de Cana do Instituto Agrícola (IAC), segundo Rubens Braga, pesquisador e coordenador do trabalho.

O trabalho, que chega à quarta edição, é apresentado durante reunião do Grupo Fitotécnico de Cana-de-Açúcar em Ribeirão Preto (SP).

JornalCana acompanha o evento e divulgará conteúdos relacionados ao censo.

Leia também:

Estudo revela quanto as impurezas vegetais diminuem a capacidade e a extração das moendas

Cana em pé

Segundo Braga, o levantamento traz dados de cana em pé, em operação na safra 2019/20.

O estudo inclui informações de 217 unidades produtoras, 65% das que estão em operação na safra na região Centro-Sul.

“No total, temos informações de 5,8 milhões de hectares de cana”, explica o pesquisador.

Trata-se de uma área abrangente, uma vez que, segundo Braga, o Centro-Sul conta com pouco menos de 9 milhões de hectares de cana.

“Perdemos 2,8% de área para outras culturas”, destaca.

Braga, pesquisador e coordenador do Censo IAC: informações de 65% das usinas do Centro-Sul (Foto: Delcy Mac Cruz)

Conforme ele, o censo traz dados enviados pelas próprias unidades..

Daí, a equipe responsável realiza relatórios mensais.

“Temos mais de 300 variedades de cana”, diz Braga. Esse número é tão vasto porque inclui variedades muito antigas e clores.

As variedades avaliadas pelo Censo estão concentradas nas instituições e empresas IAC, Ridesa, CTC e Vértix.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X