fbpx

Número de navios para embarcar açúcar é menor desde 2010 no país, diz analista

EXPORTACAO DE ACUCAR PORTO DE SANTOS.

O número de navios nos portos brasileiros para embarque de açúcar é o menor desde 2010 para esta época do ano, totalizando 20 embarcações na escala até a última sexta-feira, com exportadores no aguardo de preços melhores para exportação, apontou acompanhamento da SA Commodities.

“É uma questão de entender o momento da safra, tem uma questão de preço que está atrapalhando as exportações”, disse a analista da SA Commodities, Nicolle Castro.

Além disso, a analista da SA Commodities observou que a lentidão nos embarques também é reflexo de um mercado consumidor bem abastecido, reduzindo as necessidades de compras no curto prazo.

A lentidão nos embarques ocorre em um momento de pico de colheita de cana do centro-sul do Brasil, o maior produtor e exportador global, o que também pressiona os preços no mercado internacional.

Os preços do açúcar bruto em Nova York estão abaixo de 17 centavos de dólar por libra-peso, tendo oscilado pouco ao longo do ano, após uma mínima de quase 15 centavos em janeiro. Esses valores são inferiores aos custos totais das usinas.

Com este número de embarcações apontado pela SA Commodities, o volume previsto para embarcar soma 760 mil toneladas.

No ano passado, no mesmo período, o número de navios para embarcar a commodity somava 43 embarcações, para carregar 1,5 milhão de toneladas.

A expectativa de preços mais elevados no segundo semestre, por conta de questões climáticas para a safra do Brasil, tem feito a indústria limitar os embarques agora.

A SA Commodities tem dados compilados desde 2010, ano em que a fila de navios nos portos atingiu marcas recordes, e nesta mesma época contabilizava mais de 100 navios.

Isso por conta de chuvas que atrapalharam as atividades portuárias naquele ano, combinadas com uma concentração dos embarques do açúcar, levando a congestionamentos nos portos.

O número compilado pela SA Commodities inclui navios atracados, na barra e esperados para atracar nos portos do país.

Fonte: Reuters

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X