fbpx

Nova usina do interior paulista deve iniciar moagem em 2020

Unidade está em fase de obras

Divulgação: Prefeitura Penápolis

O interior paulista ganha nova usina de cana-de-açúcar e ela deverá iniciar as operações em 2020.

JornalCana apresenta a seguir informações sobre a nova unidade.

O conteúdo a seguir conta com dados  da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Penápolis.

Nome da unidade: Usina Nova Aliança

Onde fica: Está localizada nas proximidades da rodovia Assis Chateaubriand, entre os municípios de Penápolis e Braúna.

Quando deve iniciar as operações: Em 2020.

Produção: Etanol e açúcar.

Moagem prevista: 1 milhão de toneladas de cana

 

 

Geração de empregos: 200 na indústria e 300 no campo, de forma terceirizada.

Empreendedores: A unidade surgiu pela iniciativa do empresário Roberto Sodré Egreja e mais 18 sócios.

Mais: Trata-se da antiga Usina Everest, cujas instalações estavam abandonadas há cerca de uma década.

Gestão: Em setembro de 2018 a antiga usina foi assumida por Egreja e demais investidores parceiros.

Estrutura: A usina Aliança terá um sistema de automação próprio, que produzirá, através do bagaço da cana, energia elétrica suficiente para manter a indústria em funcionamento.

Cogeração: Existe a perspectiva de gerar um excedente, que por sua vez retornará para a concessionária, motivando um crédito para a usina.

Obras: Conforme o gerente industrial Luiz Peres Júnior, as obras estão na etapa final, e devem levar mais 60 dias.

“Só temos que nos alegrar e parabenizar a todos os responsáveis por essa iniciativa. A cidade carece de gerar novos empregos e de novas fontes de arrecadação, e o anúncio do início da produção da usina para 2020 nos deixa muito satisfeitos”, comentou o vice-prefeito de Penápolis, Carlos Alberto Feltrin, em recente visita. 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X