fbpx
JornalCana

Nova dona da Ruette opera em mais 3 usinas de cana

A americana Cargill, controladora da companhia de investimentos Black River, que finaliza a compra das duas usinas do Grupo Ruette (SP), opera no setor sucroenergético brasileiro desde 2006.

Em 2006, a Cargill adquiriu o controle da Usina Itapagipe Açúcar e Álcool, em Itapagipe (MG), então em parceria com o Grupo Moema. A unidade depois foi vendida para a também americana Bunge.

Leia mais: Usinas de cana Ruette vão para a Cargill, como o JornalCana antecipou

Na mesma época, a americana também entrou em joint-venture com a associação de produtores de cana Canagrill e adquiriu a Usina Central Energética Vale do Sapucaí (Cevasa), localizada em Patrocínio Paulista (SP). A Cevasa foi vendida pelo empresário Maurílio Biagi Filho.

Cevasa, em Patrocínio Paulista: usina controlada pela Cargill e pela Canagrill
Cevasa, em Patrocínio Paulista: usina controlada pela Cargill e pela Canagrill

Leia mais: Confirmada nova usina de milho

Em 2011, a Cargill criou a SJC Bionergia Ltda. com o Grupo USJ (Usina São João). A empresa reúne os ativos industriais do Grupo SJC no estado de Goiás, representados pelas Usinas São Francisco, em Quirinópolis, e pela Usina Cachoeira Dourada, movida a biomassa e com capacidade de gerar até 40 megawatts.

Leia mais: Black River assumiu o controle da Ruette?

Juntas, as usinas têm capacidade de moagem de 10,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano, destinadas à produção de açúcar e etanol, além de cogeração de energia a partir do bagaço da cana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram