fbpx

Nordeste ganha gigante na distribuição de energias

Grupo Dislub cria joint venture com a Vitol

A região Nordeste ganha um gigante na distribuição de energias.

Trata-se da joint venture recém criada entre o grupo holandês Vitol e o grupo pernambucano Dislub Equador (GDE).

De seu lado, o grupo Vitol adquiriu 50% do Dislub. O valor da transação não foi divulgado.

Ainda assim, a operação deverá ser concluída até o fim do ano, após obter o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 

“Este é um grande passo para o GDE, a transação viabilizará nossa consolidação nos territórios que operamos e trará mais competitividade para enfrentar os desafios que virão”, afirma Sergio Lins, acionista do Grupo Dislub Equador.

Russell Hardy, CEO da Vitol: “O Grupo Dislub Equador tem uma forte presença nas regiões que apresentam crescimento mais rápido do Brasil e está bem posicionado para atender o mercado interno”.

 

Atuação do Dislub Equador

Em princípio, o grupo Dislub registrou em 2018 faturamento de R$ 5 bilhões, conforme divulgado pela mídia.

É hoje a sexta maior rede de postos do mercado nacional, com vendas de 1,4 bilhão de litros por ano.

A empresa possui postos em 15 estados e detém mais de 210 metros cúbicos de tancagem para importação e distribuição de derivados de petróleo e biocombustíveis.

O grupo possui 430 postos bandeirados e atende mais de 2 mil clientes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Mais sobre o grupo Vitol

Em suma, faturou US$ 231 bilhões (cerca de R$ 880 bilhões) em 2018.

De acordo com divulgação, a empresa negocia 7,4 milhões de barris por dia.

Por sua vez, conta com 250 navios transportando suas cargas pelos mares.

É a segunda aquisição da Vitol no Brasil desde agosto do ano passado.

Naquela oportunidade, a empresa comprou 50% da distribuidora gaúcha Rodoil.

Finalmente, a Rodoil, assim como a Dislub, possui faturamento anual estimado em R$ 5 bilhões.

“Um gigante que começa a acordar”

Renato Cunha, presidente da NovaBio, entidade representativa do setor sucroenergético, celebra a criação da joint venture.

“O grupo Dislub com a família Carrilho e equipe à frente , criou um padrão eficiente de distribuição de energias no Nordeste”, diz ele em relato ao JornalCana.

“E consolida-se com destaques em infra-estrutura e distribuição”, emenda o executivo, também presidente do Sindaçúcar, representante das empresas sucroenergéticas em Pernambuco.

“Essa joint venture com a poderosa Vitol vai no sentido das grandes tradings internacionais enveredarem pela distribuição”, explica.

E “reforçadas pelo potencial de consumo do Nordeste.”

Por fim, trata-se de região com cerca de 55 milhões de consumidores.

“E que se constitui num gigante que começa a acordar para crescer estruturadamente”, finaliza.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X