fbpx

No Centro-Oeste, setor sucroenergético teve aumento de 185% nos últimos oito anos

0000000008904_img
Nos últimos oito anos o setor sucroenergético teve aumento de 185% no Centro-Oeste, segundo dados apresentados pela Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), durante o lançamento do 2º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central – Canacentro.

Para o presidente da Biosul, Roberto Hollanda, o resultado positivo do segmento gera empregos sem competir com a pecuária e demais culturas da região e agrega para o desenvolvimento econômico e social.

O Congresso será de 19 a 21 de março e irá promover conhecimento, estreitar relacionamento e organizar o setor sucroenergértico na região. Com palestras, expositores e debates, o evento tem como tema principal as visões de futuro para o setor. O presidente da Famasul, Eduardo Riedel destacou a relevância de discussões sólidas e estudos elaborados, como o congresso para o desenvolvido não só do setor sucroenergético, mas do agronegócio.

A secretária de Produção e Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa, disse que após dois anos sem procura por parte de empresários, a Secretaria está sendo procurada por indústrias sucroenergéticas sondando a possibilidade de instalação no Estado.

O presidente da Comissão de Bioenergia da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes, relatou foi feito convite aos candidatos à presidência da República, para que participem do evento e conheçam as principais demandas e a relevância do setor. “Convidamos os presidenciáveis para que façam suas contribuições, conheçam as necessidades e perspectivas do segmento”, disse Novaes.

(Fonte: Capital News)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X