JornalCana

Negócios com cuba dependem de aval do governo

Os empresários do interior de São Paulo estão de olho no projeto brasileiro de investimentos acima de US$ 350 milhões para a modernização e ampliação do setor sucroalcooleiro em Cuba. As negociações foram iniciadas há quase dois meses durante visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para o presidente do Ceise (Centro das Indústrias de Sertãozinho – SP), Mario Garrefa, a concretização dos investimentos dependem agora das garantias do governo brasileiro para as empresas brasileiras. Ele encabeçou uma comitiva de empresários do interior paulista que foram a Cuba na primeira semana de novembro, discutiu os projetos com membros do governo de Fidel Castro e estão prontos para fornecerem máquinas, equipamentos e tecnologia.

O setor cubano negocia com o Brasil a modernização das 80 usinas e destilarias e a construção de seis novas unidades. “Além disso, Fidel Castro quer adicionar o álcool combustível na matriz energética do seu país e, por isso, também, tem pressa para concretizar a parceria com o governo brasileiro”, acrescenta o presidente da Ceise de Sertãozinho, uma cidade com 450 indústrias e empresas prestadoras de serviços capazes de montar toda planta industrial de uma usina.

Leia matéria completa sobre as iniciativas para incrementar as exportações do setor na edição deste mês do JornalCana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram