fbpx

Mulheres são destaques na produção da colheita mecanizada na Pauliceia

Homenagem tem intuito de valorizar os índices alcançados na colheita da cana

Marco Alexandre da Silva (líder colheita mecanizada), Dagigleidson Santos Pereira (técnico agrícola), Regiane de Alcantara Santos e Michele Cristina Canuto, as operadoras homenageadas, Valdeir dos Santos Pasini e Marcelo Pondian Benhoci (líderes colheita mecanizada)

Três operadoras de colhedora da Usina CaetéUnidade Pauliceia/SP foram homenageadas na última semana pela companhia, pelos índices alcançados na colheita da cana-de-açúcar.

Michele Cristina Canuto, Regiane de Alcantara Santos e Julia Ana Pereira Zanati, que operam a mesma máquina, foram destaques durante os meses de maio e junho. Juntas, as campeãs atingiram um total acumulado de 33.878,51 toneladas, perfazendo uma produção de 720,82 tonelada/máquina/dia.

A gerência da Pauliceia, que já vinha observando esse excepcional desempenho, instituiu a premiação para reconhecer o mérito e motivar cada vez mais a equipe.

LEIA MAIS > Gestores apostam em técnicas para colher com mais qualidade

Treinadas na Unidade Pauliceia, Michele e Julia sempre se destacaram nas funções desempenhadas. Ingressaram na companhia em 2011 como trabalhadoras rurais. Ainda naquele ano, passaram a operar trator e, desde 2013, ocupam a função de operadoras de colhedora.

Já Regiane, também admitida em 2011, iniciou suas atividades na empresa na função de operadora de trator, e após dois meses, passou a operar a colhedora.

Na usina, atualmente, seis mulheres trabalham em tratores e onze nas colhedoras de cana.

“Eu fico muito feliz com esse reconhecimento, pois nos motiva a trabalhar com qualidade, buscando produtividade. Tenho quase 10 anos aqui na usina e é muito bom ter o reconhecimento da mulher pela busca do seu espaço no ambiente de trabalho”, afirmou Michele.

Para Julia foi extremamente gratificante essa homenagem, pois reflete a valorização da empresa com seus colaboradores. “É muito bom saber o quanto a Usina Caeté reconhece o nosso trabalho e esforço, pois faço com muita dedicação, sempre procurando atingir os objetivos, e isso serve de motivação para trabalhar com mais dedicação e qualidade. Que essa forma de reconhecimento aconteça sempre, pois existem muitos colaboradores esforçados, além de ser uma forma de motivação”.

LEIA MAIS > Produção acumulada de energia gerada pela cana atenderia SP por 11 anos

Valdeir dos Santos Pasini (líder colheita mecanizada), Julia Ana Pereira Zanati (operadora de colhedora homenageada) e Denise Formagio (coordenadora Gestão Pessoas)

“Eu achei muito legal essa iniciativa da usina, não é nem pelo que a gente ganha e sim pelo reconhecimento! Isso é importante para a gente ser reconhecida pelo trabalho. Eu faço meu serviço por amor”, finalizou Regiane.

Cada colaboradora recebeu um certificado e uma cesta com bombons de chocolate. Participaram da homenagem, a coordenação de Gestão de Pessoas, líderes da colheita mecanizada e técnicos agrícolas.

De acordo com a empresa, a premiação ocorrerá mensalmente até o final safra 2020/2021.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

1 × três =

X